Obrigado pela visita

Para sair e finalizar a sessão, clique em "OK"


Change font size

Gatos e crianças

Nada pode ser tão prazeroso para uma criança quanto um amigo peludo. A maioria dos gatos também gosta de ter mais uma pessoa lhe dando atenção e cuidados. Crianças e gatos podem conviver e brincar juntos perfeitamente, desde que um possa respeitar o outro.

Bebês nunca devem ser deixados sozinhos com um gato. Eles podem fazer algum movimento abrupto e acidentalmente ferir ou assustar um gato. Um gato assustado pode morder ou arranhar. Você sempre deve supervisionar qualquer brincadeira do gato com seu bebê.

Todas as crianças que terão contato com o gato devem aprender os princípios básicos da manipulação de felinos domésticos:

  • Sempre pegue um gato no colo com uma mão apoiada contra seu peito e a outra apoiando as patas de trás. Também é possível pegar o gato colocando as patas da frente sobre o seu ombro, mas não se esqueça de apoiar as patas de trás com o braço ou a mão.
  • Se o gato relutar ou tentar escapar, solte-o.
  • Se as orelhas do gato estiverem abaixadas e se a sua cauda estiver balançando rapidamente, então ele não está feliz: deixe-o em paz.
  • Não toque a barriga do gato. Ele pode se assustar e querer morder.
  • Quando estiver brincando com um gato, sempre use os brinquedos apropriados. Provocar ou atiçá-lo a pegar suas mãos ou dedos não é uma boa ideia.
  • Se o gato estiver dormindo, comendo ou usando a bandeja sanitária, deixe-o em paz.

Muitos pais optam por introduzir um animal de estimação em suas famílias como uma forma de ensinar seus filhos a terem compaixão e responsabilidade. Na verdade, esta não é uma boa ideia quando há crianças muito novas na casa. Se uma criança se atrapalhar nas tarefas associadas ao gato (alimentá-lo com Hill's® Science Diet® para gatos adultos, colocar água no bebedouro e limpar a bandeja sanitária), só o gato sofrerá com isso. Quando decidir ter um gato em sua casa, tenha certeza de que você está comprometido com o melhor tratamento possível que se possa dar a um animal de companhia. Isto promoverá a felicidade do gato, das crianças e dos pais.

Os gatos precisam ter um ‘espaço tranquilo’ na casa no qual possam se isolar. Pode ser um cômodo (você pode optar por deixar a bandeja sanitária aí também) ou mesmo um espaço sob uma das camas. O móvel ideal para gatos é um modulado alto feito para os gatos se empoleirarem. Os gatos adoram ter um lugar alto para se deitar. Este modulado pode servir como arranhador e como um ponto de escape das crianças pequenas que querem os agarrar a todo o momento.