Obrigado pela visita

Para sair e finalizar a sessão, clique em "OK"


Voltar

Ingredientes e Mitos

Porque certos produtos contêm milho?

O milho é um excelente ingrediente por causa dos benefícios que ele agrega ao produto. O milho é um ingrediente altamente nutritivo escolhido como fonte de proteínas (para fortalecimento de músculos e tecidos), carboidratos (para energia), fibras, antioxidantes (betacaroteno, vitamina E e luteína) e ácido linoleico, um ácido graxo essencial que mantém a pele saudável e a pelagem exuberante.

  • A Hill's usa milho dos tipo 1 e 2 em seus alimentos para animais, que são os mesmos tipos utilizados em produtos para o consumo humano.
  • Embora algumas pessoas se preocupem com alergias em seus animais de companhia, o milho NÃO é uma causa comum de reações alimentares adversas em cães e gatos. Pesquisas revelam que o milho pode causar alergias alimentares tanto quanto qualquer outro grão.
  • Os grãos, incluindo o milho, são mal digeridos se não forem cozidos. Uma vez cozidos, contudo, eles se tornam altamente digestíveis. O milho também é altamente digestível, mais até que diversos outros grãos, como arroz, trigo, cevada e sorgo.
  • Alguns consumidores se preocupam com a possibilidade de o milho ser apenas um ingrediente para conferir volume ao alimento. Esta categoria de ingrediente não possui qualquer valor nutricional, ao passo que o milho, conforme mencionado acima, é uma fonte de nutrientes magnífica.
  • Nós selecionamos todos os nossos ingredientes com base no valor nutricional que eles conferem a cada produto que fabricamos.

Porque a Hill’s utiliza subprodutos em seus alimentos?

  • Os subprodutos são ingredientes comuns encontrados tanto em alimentos para humanos, quanto para animais. Na verdade, a vitamina E, a gelatina, o caldo de carne, o fígado bovino e os óleos vegetais são todos subprodutos. Em muitos países, os chamados “subprodutos” são iguarias para os humanos.
  • A farinha de subprodutos de frango é uma fonte concentrada de proteína de alta qualidade. Nós a usamos por causa de seu baixo teor de cinzas (fósforo) e por ser muito palatável. Este ingrediente consiste de partes saudáveis, processadas e trituradas, do frango. Isto inclui carnes brancas e escuras, fígado e vísceras. O frango é proveniente de instalações próprias para a fabricação de alimentos destinados ao consumo humano.
  • Os subprodutos animais consistem de outras partes limpas e não processadas de mamíferos de abate que não a carne. Nós utilizamos especificamente pulmões, baço ou fígado de bovinos e suínos em nossos produtos para conferir-lhes consistência e um perfil nutricional ideal.

A verdade sobre a carne

  • Algumas pessoas acreditam que os alimentos a base de carne são mais naturais e, portanto, melhores. No entanto, a carne não é a única fonte de proteína. O farelo de glúten de milho e os ovos, por exemplo, também oferecem proteínas de alta qualidade. Dietas ricas em carne geralmente contêm quantidades excessivas de sódio, cálcio e fósforo, o que não é apropriado para cães e gatos mais velhos. A Hill’s está comprometida com os mais altos padrões nutricionais, e há mais de 50 anos sempre toma decisões puramente baseadas na Nutrição, e não em tendências ou moda.
  • Níveis mais altos de proteína de um determinado alimento não querem dizer que ele tenha qualidade superior. Depois que as necessidades de proteína e aminoácidos são atendidas, a proteína a mais na fórmula não oferece benefícios adicionais. Na verdade, o excesso de proteína na dieta pode até ser problemático para cães e gatos, especialmente quando eles ficam mais velhos. O consumo de proteínas deve ser cuidadosamente monitorado.
  • Às vezes, os consumidores perguntam se os cães são carnívoros. Os cães são onívoros por natureza. A nutrição dos cães se baseia tanto no consumo de carne, quanto no de vegetais. Os alimentos para cães devem ter um equilíbrio nutricional; devem conter não apenas proteínas, mas também gordura, carboidratos, fibras, etc.
  • A Hill’s acredita que os consumidores devem primeiro se concentrar em dar a seus animais uma nutrição completa e balanceada ao invés de priorizar a carne como alimento.

O que significam os termos "natural”, “orgânico”, “holístico” e “human grade" aplicados a alimentos para animais?

  • De acordo com a American Association of Feed Control Officials (AAFCO), o termo "natural" requer que o alimento para animais consista apenas de ingredientes naturais sem alterações químicas, exceto por vitaminas e minerais. Hill’sTM Science DietTM Nature’s Best é o primeiro e único alimento natural para animais clinicamente comprovado que contém uma nutrição completa e balanceada.
  • O termo "orgânico" foi definido legalmente para alimentos humanos pelo USDA (Ministério da Agricultura dos Estados Unidos). Enquanto a regulamentação final ainda não for elaborada, os fabricantes de alimentos para animais atualmente podem usar o termo “orgânico” a seus produtos, desde que sigam as mesmas regras aplicadas aos alimentos orgânicos de consumo humano. Alimentos “100% orgânicos” ou orgânicos devem trazer o selo do USDA para produtos orgânicos na embalagem. A Hill’s não fabrica produtos orgânicos para animais.
  • Os termos natural e orgânico não são intercambiáveis.
  • O termo "holístico" não tem definição legal. Não há regulamentação definindo o significado do termo holístico no contexto de alimentos no que se refere a alimentos de animais.
  • A AAFCO deliberou que a expressão "human grade" é enganosa e induz ao erro. O uso do termo "human grade" ou "de qualidade própria para o consumo humano" não é permitido em propagandas de alimentos para animais a não ser que estes tenham sido fabricados em instalações aprovadas para o preparo de alimentos destinados ao consumo humano.

Porque são adicionadas fibras a alguns alimentos para animais de companhia?

  • As fibras são carboidratos complexos. A principal função e benefício de uma dieta com teor adequado de fibras é aumentar o bolo alimentar e o volume de água no trato digestivo para normalizar e regular as funções intestinais.
  • Existem dois tipos de fibras – solúveis e insolúveis. As fibras solúveis são encontradas no trigo, no arroz e no milho. As fibras insolúveis são encontradas na celulose e podem ser utilizadas para substituir a gordura em alimentos para animais de companhia, diminuindo assim o conteúdo calórico do alimento. Os alimentos ricos em fibras insolúveis são também adequados para uma dieta de manutenção ou de redução de peso, pois promovem saciedade sem adicionar calorias. As fibras não são usadas apenas para conferir volume ao alimento. Os ingredientes usados com este propósito não possuem qualquer valor nutricional.

A Hill’s usa amendoins ou produtos derivados de amendoim em seus alimentos para animais?

Não, atualmente a Hill’s não produz qualquer alimento para animais de companhia contendo amendoim ou produtos derivados de amendoim.