Por Que Meu Cachorro Está Constipado?

Published by
min read

“O que é prisão de ventre canina?” e “por que meu cachorro está constipado?” são perguntas frequentemente feitas pelos pais de pets. Em contraposição encontra-se a diarreia, que também é desafiadora, pois envolve diferentes causas subjacentes. Ambos sintomas podem causar letargia, inchaço e extremo desconforto abdominal. Apesar de cuidados, como fornecer alimentos nutricionalmente balanceados e evitar a ingestão de objetos e alimentos não habituais (lixo, brinquedos e restos de comida), contribuírem na prevenção de distúrbios gastrointestinais, estes eventualmente podem ocorrer e o diagnóstico e tratamento corretos serão fundamentais para recuperação do animal.

Long-haried Chihuahua dog frowns in the bright sun while on a leash.

O que é constipação?

A maioria dos cães tem um padrão diário de evacuação. Você provavelmente já sabe disso pelo número de sacolas que leva durante suas caminhadas diárias, ou o número de vezes que seu cão pede para ir para a rua durante o dia. Acompanhar os hábitos de seu animal é muito importante para que você perceba prontamente quando algo está errado.

Antes que você pergunte “por que meu cachorro está constipado?”, você deve saber como identificar este sintoma. Constipação é termo que se refere a alteração dos movimentos intestinais, que causam retenção de fezes ou dificuldade de evacuação. As fezes ficam duras e podem conter sangue. Caso seu pet esteja defecando de uma a duas vezes menos ao dia não é motivo de alarme, mas não se ele não defeca há mais de um dia e está mostrando sinais de desconforto ou falta de apetite, procure seu veterinário.

Por que meu cachorro está constipado?

Essa pergunta pode ter diferentes respostas. Um exame físico realizado pelo veterinário, assim como radiografias, vão ajudar a descobrir ou eliminar os seguintes problemas:

  • Ingestão de corpo estranho (roupas, brinquedos, pedras, grama, pelos ou cabelos)
  • Movimentos intestinais lentos 
  • Desidratação 
  • Próstata aumentada em cães machos 
  • Tumor no intestino 
  • Infecção ou inflamação da glândula adanal
  • Efeitos colaterais por uso medicações 
  • Problemas ortopédicos ou neurológicos, como artrite, que dificulta a capacidade de um cão se agachar

O que fazer seu meu cão está constipado?

O tratamento para a prisão de ventre canina depende da causa. Cães que têm dificuldade de defecar por aumento da próstata, corpos estranhos, massas ou hérnias  no intestino precisarão passar por um procedimento cirúrgico ou endoscópico.

Você pode ajudar seu cão com problemas neurológicos ou ortopédicos a ficar na posição correta enquanto defeca, apoiando-o com guias e coleiras específicas. Cães com diabetes mellitus, doença renal crônica ou outras patologias que causam desidratação podem precisar aumentar a ingestão de água ou administrar fluidos. Se a radiografia revelar grande quantidade de fezes no cólon do animal, o veterinário avaliará a necessidade de realizar um enema para alívio imediato. Importante seguir todas as recomendações de tratamento específicas feitas pelo veterinário.

Para evitar constipação, converse com seu veterinário, mas manter o animal hidratado, estimulando o animal a beber mais água, e o consumo de um alimento de alta digestibilidade e com teor de fibras adequado auxiliará nessa prevenção. As fibras na dieta permitem aumentar a absorção de água para melhora da consistência das fezes e promover regulação da motilidade intestinal (habilidade que o intestino tem para mover o alimento através do sistema digestório). Assim, é possível auxiliar na prevenção e melhora do animal por meio da nutrição.

Shiba Inu snoozing on orange and gray tile floor

O que é diarreia?

Em contraste a constipação, que sempre te deixa na dúvida quando seu cão irá defecar novamente, a diarreia vai fazer com que você se pergunte quando ele vai parar de defecar. Diarreia, que significa produção de fezes de consistência alterada e de maior frequência, é um dos sintomas gastrointestinais mais comuns no cães. Assim como as constipação, a diarreia pode ser resultado de diferentes causas:

  • Alimentação inadequada (restos de alimento, brinquedos e lixo)
  • Mudança repentina na alimentação ou petiscos 
  • Alergia ou intolerância alimentar
  • Estresse (viagens ou ansiedade por separação)
  • Parasitas 
  • Infecções virais ou bacterianas
  • Doença inflamatória intestinal 
  • Câncer
  • Medicações (principalmente antibióticos)
  • Doenças de origem não gastrintestinal como doença renal crônica, doença hepática ou pancreatite

O que fazer se meu cão esta com diarreia?

Sintomas gastrointestinais estão entre as principais causas que levam o animal ao consultório veterinário. Enquanto muitas doenças são graves e necessitam de medicação, episódios menos severos podem ser manejados em casa. Como regra geral, você pode realizar alguns  cuidados em casa se o caso de seu cão atender os seguintes critérios:

  • A diarreia tem duração menor que dois dias
  • Seu cão não é filhote, idoso ou possui doença de base
  • A diarreia não contém sangue 
  • A coloração das fezes não é preta 
  • Seu cão está comendo e bebendo normalmente 
  • Seu cão não vomitou mais que uma vez
  • Se cão não está letárgico 

E o mais importante, consulte seu veterinário caso você tenha qualquer dúvida. 

Welsh corgi pembroke puppy on the beach

Quais cuidados em casa devo ter para ajudar meu cão com sintomas gastrointestinais?

A melhor dica é ser cuidadoso. Não realize jejum alimentar e evite comidas que ele não esteja habituado. É importante deixar sempre disponível água filtrada e estimular a ingestão para prevenir desidratação.

Alimente-o com sua ração habitual para restabelecer a motilidade intestinal. É importante evitar alimentos gordurosos e principalmente dar restos de comida ou petiscos enquanto ele está em recuperação. Mesmo que a diarreia de seu cão pareça leve, procurar a orientação veterinária é sempre a opção mais segura. Ele irá prescrever medicações para ajudar a rápida resolução da diarréia e pode ainda sugerir uma alimento coadjuvante de alta digestibilidade, que irá ajudar na reposição dos nutrientes perdidos. 

Problemas gastrointestinais em cães, seja constipação ou diarreia, requerem atenção. Se os sintomas persistirem e a condição de seu cão piorar, não adie o atendimento veterinário. Ter familiaridade com a frequência e consistência normal das fezes de seu cão irá ajudá-lo a reconhecer rapidamente algum problema e fornecer os melhores cuidados para seu amigo de quatro patas.

Contributor Bio

Mindy Cohan, VMD

Mindy Cohan é veterinária na área da Filadélfia e graduada pela Escola de Medicina Veterinária da Universidade da Pensilvânia. Ela tem um cão de resgate chamado Jem. Mindy gosta de caminhar com Jem enquanto ouve podcasts sobre a Guerra Civil Americana e Abraham Lincoln.

Artigos Relacionados

  • Quais são os sinais de alergias alimentares?

    180680638 Você vê seu cão se coçando todo, sofrendo de problemas gastrointestinais, diarreia crônica ou gases. Ele pode estar vomitando ou até mesmo coçando a orelha ou esfregando o rosto.
  • Cancer

    180680638 Learn about the symptoms, diagnosis and treatment of cancer and tumors in dogs, providing pet owners with valuable information and resources when dealing with canine cancer.
  • Heart Disease | Hill's Pet

    180680638 Learn about the warning signs, symptoms, and treatments of heart disease in dogs and the affect on your pet's health and well-being.
  • Fatos Sobre Doença Hepática em Cães

    180680638 O fígado é um órgão importante com muitas funções, incluindo a digestão e conversão de nutrientes, a remoção de substâncias tóxicas do sangue e o armazenamento de vitaminas e minerais.

Produtos Relacionados