Distúrbios Gastrointestinais e Digestivos em Cães: Tipos e Causas

Published by
minuto ler

Quais são os distúrbios gastrointestinais (GI) e digestivos?

Os distúrbios e doenças gastrointestinais (GI) afetam o estômago e os intestinos de um cão, resultando em dor e outros problemas. Qualquer distúrbio que reduza a digestão ou a absorção de alimentos, ou altere sua passagem pelo trato digestivo, pode ser chamado de distúrbio digestivo. A digestão saudável é essencial para o seu cão poder usar os nutrientes da sua ração para construir e reparar tecidos e obter energia. Distúrbios gastrointestinais podem levar a desidratação, desequilíbrios ácido-base e eletrolíticos e desnutrição, por isso é importante reconhecer os sinais e consultar seu veterinário.

Rate that food moves through the body

Tipos e causas de distúrbios gastrointestinais e digestivos em cães

Existem muitos tipos diferentes de distúrbios digestivos, portanto seu veterinário pode realizar exames para determinar a causa exata do problema do seu cão. As causas podem variar de comer algo diferente de ração para cães a alergias alimentares / intolerância, infecções ou falta de enzimas digestivas. Algumas raças, como dogues alemães, pastores alemães, golden retrievers e collies são mais propensas a problemas digestivos específicos. As condições comumente diagnosticadas incluem:

Gastroenterite aguda: Inflamação ou infecção do trato gastrointestinal, principalmente do estômago e intestinos. A gastroenterite aguda geralmente é de curto prazo, causada por um cão que ingeriu alimentos estragados ou rançosos, alimentos para humanos contendo alto teor de gordura, engoliu objetos estranhos, comeu plantas tóxicas, parasitas internos, estresse, alergias alimentares ou substâncias não destinadas a alimentos para cães.

Colite: Por definição, a colite é uma inflamação aguda ou crônica da membrana que reveste o cólon. É mais frequentemente causada por Trichuris (um parasita), tumores ou pólipos, uma alteração na ração, alergias (incluindo as alimentares), objetos estranhos engolidos e outras doenças. A colite é mais comum em cães com menos de 5 anos e causa inflamação do intestino grosso, resultando em passagem de fezes frequente e dolorosa. A diarreia pode conter muco e sangue.

Constipação: Possui várias causas, incluindo falta de exercício, desidratação e ingestão de materiais não digeríveis, como ossos ou outros objetos estranhos, ou alimentos com muito poucas fibras.

Diarreia: Causado por infecções, parasitas internos, estresse, uma mudança na ração, restos de comida ou lanches, ingerir comida estragada do lixo e disfunção orgânica.

Pancreatite: Inflamação ou infecção do pâncreas (uma glândula alongada e afunilada localizada atrás do estômago). As origens são frequentemente desconhecidas. Causas potenciais são ingerir alimentos ricos em gordura ou sobras de comida, infecções, doenças ou traumas.

Insuficiência pancreática exógena: Esta condição é caracterizada pela perda de peso, aumento do apetite e grandes quantidades de fezes moles.

Má absorção no intestino delgado: A inflamação do intestino delgado prejudica a absorção de nutrientes e resulta em diarreia persistente, perda de peso e perda de apetite.

Meu cão tem um distúrbio digestivo?

Os sinais mais comuns de distúrbios digestivos são fezes moles ou diarreia. Se o seu cão tiver problemas digestivos, você também poderá notar alguns ou todos os seguintes sinais.

  • Vômito
  • Regurgitação
  • Flatulência
  • Fraqueza
  • Diarreia/Constipação
Common signs

A doença gastrointestinal crônica pode ser um problema debilitante para muitos cães e requer exames e um diagnóstico completo do seu veterinário

IMPORTANTE: Se o seu cão tem diarreia ou está vomitando, ele pode ficar gravemente desidratado. Consulte o seu veterinário se você notar algum dos sinais acima.

Tratamento: A importância da nutrição

Os distúrbios digestivos são bastante comuns e a maioria se resolve em poucos dias. Mas alguns cães precisam de tratamento a longo prazo porque têm problemas digestivos regulares ou permanentes.

A ração do seu cão pode ter um impacto significativo na saúde do seu trato gastrointestinal. Diversas abordagens nutricionais poderiam ser recomendadas, dependendo do diagnóstico específico e dos sinais/sintomas. O objetivo principal é aliviar os sintomas de vômito e/ou diarreia do seu cão. Os veterinários recomendam a alimentação de cães com esta condição uma ração que seja altamente digerível para ajudar a prevenir irritação ao seu estômago e intestinos sensíveis. Além disso, rações com fibras altamente solúveis e insolúveis combinadas com níveis moderados de gordura ajudam a dar suporte ao intestino do seu cão a funcionar adequadamente. Também é importante monitorar a hidratação do seu cão durante a fase de recuperação para ajudar a corrigir quaisquer deficiências de líquido.

Como várias dessas condições gastrointestinais podem estar em andamento, o tratamento nutricional do distúrbio a longo prazo pode ser necessário. Para diagnósticos e opções de tratamento precisos, consulte sempre o seu veterinário para obter uma recomendação sobre a melhor ração para a saúde digestiva do seu cão.

Perguntas Sobre Saúde Digestiva para Fazer ao Seu Veterinário:

  1. Há algum alimento que eu deva evitar dar ao meu cão para garantir um sistema digestivo saudável? 
    • Pergunte como alimentos para humanos (como chocolates ou balas) podem afetar a saúde do seu cão. 
  2. Você recomendaria uma ração para cães da Hill’s® Prescription Diet® ou Science Diet® para a saúde digestiva do meu cão? 
    • Pergunte sobre preocupações nutricionais especiais para o seu cão
    • Quanto / quantas vezes você deve fornecer a ração recomendada para o seu cão
    • Discuta sobre quais petiscos você pode alimentar seu cão com a ração recomendada
  3. Com que rapidez devo esperar sinais de melhora na condição do meu cão?
  4. Você pode me fornecer instruções escritas ou um folheto sobre saúde digestiva?
  5. Qual é a melhor maneira (e-mail/telefone) de entrar em contato com você ou com o seu hospital se eu tiver dúvidas? 
    •  Pergunte se você precisa de uma consulta de acompanhamento.
    • Pergunte se um e-mail de lembrete ou aviso será enviado.

Artigos Relacionados