Como Prevenir e Tratar Pulgas nos Cães

Publicado por Erin Ollila
Tempo di lettura

Poucas coisas podem ser frustrantes para o dono de um cão quanto as pulgas. Eles podem causar picadas dolorosas e, em alguns casos, transmitir doenças. Uma infestação é irritante, mas controlável e, com apenas um pouco de trabalho, pode ser tratada e prevenida.

Quem são elas?

O primeiro passo para lidar com as pulgas de cachorro é certificar-se de que você as compreende e também o ciclo de vida delas. As pulgas são pequenos insetos que não voam e sobrevivem com sangue. Elas devem ser visíveis a olho nu, se o seu cão tiver pelo escuro, será mais fácil vê-las contra a pele. Caso contrário, você terá que caçá-las.

Algo irritante  em todos os estágios

Uma pulga passa por quatro estágios de sua vida: ovo, larva, pupa e adulto. As fêmeas adultas põem uma grande quantidade de ovos. Eles são colocados no hospedeiro, mas geralmente caem rapidamente no chão. Os ovos são muito pequenos, de formato oval e de cor cinza ou branca.

Assim que os ovos eclodem, surgem larvas que se alimentam principalmente de detritos, como fezes, insetos mortos ou matéria vegetal. Em uma ou duas semanas, as larvas formarão casulos e também pupas. As pulgas adultas emergem e devem encontrar imediatamente um hospedeiro para se alimentar.

As pulgas tendem a se limitar em um determinado tipo de hospedeiro. O tipo que você encontrará em seu cão normalmente não se alimenta de humanos, mas lembre-se: sempre há exceções.

Prevenção

É muito melhor prevenir pulgas em cachorro assim que elas surgem do que tentar eliminá-las mais tarde. Infelizmente, é difícil adivinhar a origem de uma infestação de pulgas até que você já tenha uma.

A aspiração cuidadosa, com atenção especial aos cantos, fendas e móveis estofados, ajudará muito na eliminação de ovos, larvas e casulos.

Se você nunca teve pulgas em sua casa antes, a maneira mais provável de elas entrarem é sendo carregadas de fora por seu cachorro.

Se você sabe que ele foi infestado após uma viagem a um determinado local (a casa de um amigo, por exemplo), você deve dar banho e penteá-lo sempre que ele voltar para casa daquele lugar específico. Dar banhos com shampoo antipulgas ou sabonete para cães pode ser uma opção nestes casos.

Se a fonte externa estiver tão perto quanto o gramado da frente, então há pouco a fazer além de tomar precauções extras durante a temporada de pulgas.

Localizando os sinais

Você pode dizer se seu cão tem pulgas quando ele se arranha ou se morde excessivamente ou desenvolve erupção na pele. Ovos ou sujeira de pulga (pelotas duras e escuras de sangue digerido) no pelo ou na cama também são um bom indicador.

Tratamento

Seu veterinário pode recomendar vários tratamentos para ajudar a eliminar rapidamente as pulgas e seus ovos. Eles geralmente funcionam matando pulgas adultas (e transformando seu animal de estimação em uma armadilha mortal para pulgas ambulantes!) ou enfraquecendo as larvas.

Como o tratamento geralmente afeta as pulgas em um de seus estágios de vida, é importante complementar qualquer tratamento com uma limpeza cuidadosa do ambiente.

Desconfie de produtos de tratamento de pulgas não fornecidos pelo seu veterinário. Como sempre, é aconselhável consultá-lo antes de iniciar qualquer tipo de tratamento em seu animal.

Biografia da Colaboradora

Erin Ollila

Erin Ollila acredita no poder das palavras e como uma mensagem pode informar - e até transformar - seu público-alvo. Sua escrita pode ser encontrada em toda a Internet e em forma física, e inclui entrevistas, escrita fantasma, postagens em blogs e não-ficção criativa. Erin é uma geek para SEO e todas as coisas de mídia social. Ela se formou na Fairfield University com um M.F.A. em Escrita Criativa. Fale com ela no Twitter @ReinventingErin ou saiba mais sobre ela em http://erinollila.com.

 

Artigos Relacionados