Mantendo Cães Mais Velhos Jovens: Como Incentivar A Vitalidade

Published by
minuto ler

Cuidar de cães mais velhos traz desafios, mas o vínculo com seu animal de estimação significa que cada momento que você passa com ele é importante para os dois. É por isso que você quer dar a ele e a si mesmo tantos momentos quanto possíveis. Então, como você pode deixar seu cão mais velho se sentindo jovem? Comece por oferecer-lhe um alimento de alta qualidade, feito especificamente para as suas necessidades de saúde de envelhecimento, mas também é importante mantê-lo física e mentalmente ativo. Se você fizer essas coisas, irá garantir que você e seu melhor amigo peludo aproveitarão ao máximo seus anos dourados.

Quando um Cão é Considerado “Idoso”?

Depende do seu tamanho e raça. Geralmente, as raças maiores atingem a maturidade adulta e o status sênior mais cedo do que as raças pequenas. Uma análise de 2,5 milhões de registros veterinários de cães realizada pelo Banfield Pet Hospital mostrou que cães de raças mistas pesando quarenta quilos ou mais, normalmente vivem oito anos. Essa mesma análise mostrou que cães com menos de nove quilos viveram uma média de onze anos. O PetMD relata que o tempo de vida típico de cães de raças grandes também varia por peso. Buldogues, mastiffs e Dogues Alemães têm a menor expectativa de vida (seis e sete anos), enquanto Cairn terriers, Jack Russel terriers, Shih Tzus e outros cães de raças pequenas têm a maior expectativa de vida (treze e quatorze anos).

Saber disso vai ajudá-lo a entender as necessidades de mudança de seu cão e mantê-lo informado dos sinais para ficar de olho nele e, assim, ele pode estar desacelerando um pouco e seus cuidados precisam mudar. Mas isso não significa que ele ainda não possa ser divertido e animado. Leia para saber mais sobre os sinais de envelhecimento e o que você pode fazer para mantê-lo tão pleno e vibrante como era em seus dias de jovem adulto.

Quais São os Sinais de Envelhecimento a se Observar?


Cães mais velhos exibem muitos dos mesmos sinais de envelhecimento que os humanos. Preste atenção em:White-faced older golden retriever lies in the grass.

  • Perda de visão. Catarata, glaucoma, atrofia progressiva da retina e degeneração retiniana adquirida de forma súbita são as causas mais comuns de problemas de visão em cães idosos. Cuidar de cães com problemas de visão pode oferecer uma série especial de desafios para o resto da família, mas certamente não significa uma má qualidade de vida.
  • Problemas orais.Tártaro, gengivite e doenças dos dentes e gengivas são problemas sérios de saúde para os cães. O estudo de Banfield relatou que cães de raças pequenas (incluindo dachshunds, Yorkshire terriers, Shih Tzus e maltês) têm a maior prevalência de doenças dentárias. Se não forem tratados, esses problemas podem levar à infecção, perda de dentes, lesões ósseas e dor oral. Fale com o seu veterinário se o seu cão apresentar sintomas como sangramento nas gengivas ou mau hálito.
  • Ganho (ou perda) de peso. Cães mais velhos que estão com dor tendem a fazer menos exercícios, o que pode resultar em ganho de peso. Por outro lado, se você tem um cão que está inexplicavelmente perdendo peso, pode ser resultado de problemas dentários, estomacais ou outros problemas de saúde.
  • Dor nas articulações. Artrite em cães mais velhos é um dos problemas de saúde mais comuns vistos pelos veterinários. Pode ser difícil diagnosticar porque os cães geralmente mostram apenas sinais sutis da dor que estão apresentando. Como tutor, você pode procurar por sinais de dor artrítica, como menor interesse em brincar, cautela em subir escadas ou pular na mobília e ganho de peso.
  • Senilidade. O PetMD relata sinais clínicos de disfunção cognitiva encontrados em 50% dos cães com idade acima de 11 anos. Alguns sinais comuns incluem desorientação, ansiedade, incapacidade de seguir rotinas familiares, falta de autolimpeza e sujeira pela casa.

Gostaria de obter mais informações sobre sinais de envelhecimento em seu cão? Confira estes 'Tell Tails' (sinais de envelhecimento), um sistema útil para detectar sinais de envelhecimento em cães mais velhos. Aqui você pode obter informações sobre a ciência por trás do envelhecimento, bem como comparar a idade do seu cão com os anos humanos para ter uma noção melhor em qual estágio de vida está o seu amigo peludo.

Como Você Pode Ajudar Seu Cão à Medida que Ele Envelhece?

Peça ao seu veterinário para ajudá-lo a determinar qual alimento é melhor para o seu cão à medida que suas necessidades de saúde mudam, pois há vários alimentos formulados especificamente para o envelhecimento ou doenças comuns, como a Hill's® Science Diet® Youthful Vitality. A Youthful Vitality foi formulada tendo em mente especificamente as necessidades do seu cão em envelhecimento. Ela ajuda a combater os efeitos do envelhecimento para manter seu cão se sentindo ativo e cheio de energia. Também dá suporte às funções de um corpo saudável, que podem diminuir à medida que o seu cão envelhece.

O cuidado oral do seu cão também é algo para se ter consciência à medida que ele fica mais velho. Praticar uma boa higiene dentária irá manter a boca do seu cão saudável também. Se ele não deixar você escovar os dentes dele, existem petiscos que ajudarão a manter sua boca limpa.

Cuidar de cães mais velhos significa ficar de olho nas mudanças comportamentais. Se você perceber mudanças como o fato de o seu cão estar mais agressivo, perder o apetite ou beber com mais frequência, chame seu veterinário para obter a opinião de um especialista. Qualquer mudança na rotina regular do seu cão pode ser um sinal de um problema de saúde sério que, se você for capaz de perceber rapidamente, pode ser tratado antes de se transformar em algo mais sério. É por isso que exames regulares sempre foram essenciais para a saúde do seu animal de estimação e, agora, à medida que seu cão entra em seus últimos anos, são ainda mais importantes. Os sintomas relacionados à idade podem ser sutis. Aumentar a frequência dos exames de rotina para duas vezes por ano pode ajudar seu veterinário a estabelecer uma linha de base para que ele reconheça rapidamente quando um animal de estimação não está bem.

Pense no conforto do seu cão enquanto ele avança pelos anos. Exercício regular - como caminhadas, buscar objetos e brincadeiras dentro de casa - ajudam a manter afastados os quilos a mais e pode retardar a degeneração das articulações. Certifique-se de sempre ter água disponível e, se o seu cão parecer cansado, dê-lhe um descanso. Tapetes antiderrapantes podem ajudar um cão que tem medo de deslizar sobre um piso de madeira escorregadio. Uma rampa portátil pode ajudá-lo a entrar no carro. Uma cama de cachorro ortopédica pode dar ao seu corpo dolorido um descanso muito necessário.

Para manter o cérebro do seu cão afiado, matricule-o em uma aula juntos (você pode ensinar novos truques a um cão velho!), dê-lhe “quebra-cabeças de comida” ou inicie um jogo de esconde-esconde com suas guloseimas.

Finalmente, dê-lhe muito amor. Você e seu cão sempre desfrutaram sessões de carinho, mas agora elas são mais importantes para o seu cão do que nunca. Só porque um cão teve uma vida longa, não significa que ele não possa ter uma vida mais longa e agradável. Com os devidos cuidados e atenção, seu cão pode continuar a ter uma vida vibrante em seus anos mais avançados.

Contributor Bio

Kara Murphy

Kara Murphy

 

Kara Murphy é escritora freelance em Erie, Pensilvânia. Ela tem um goldendoodle chamado Maddie.

 

Artigos Relacionados