A anatomia especializada de seu gato

Compreender o funcionamento do organismo de seu gato é essencial para lhe oferecer o melhor tratamento. Dedique um minuto para examinar seu animal da cabeça à cauda e descobrir como funciona seu corpo.

CABEÇA:
O pescoço muito flexível é um sinal claro da natureza predatória de seu gato. Ele fornece uma ampla gama de movimentos para suportar o crânio forte que observa a presa.

OLHOS:
Os olhos dos gatos são grandes e bem protegidos no fundo de bases fortes. Cada olho é unicamente equipado com uma profundidade de especialização em foco para conferir melhor definição de distância durante as caçadas.

DENTES:
Os dentes de seu gato são típicos de um carnívoro predador.Presas para matar, incisivos para agarrar a presa e molares para rasgar. A parte inferior da mandíbula é particularmente flexível para dar um impulso adicional à mastigação do alimento.

ORELHAS:
As orelhas de seu gato são como cálices que coletam uma ampla variedade de sons. Os músculos das orelhas são instrumentos de precisão que modelam as orelhas em direções específicas para detectar sons específicos. Da mesma forma que ocorre com você, os ouvidos internos de seu gato ajudam a manter o equilíbrio.

COSTAS:
As costas de seu gato são marcadas por ossos mais largos ao longo do centro para suportar o peso do tronco. Os músculos ao longo das costas são fortes e ajudam a carregar presas pesadas por longas distâncias, se necessário.

MEMBROS POSTERIORES:
Os membros posteriores de seu gato só podem se mover para frente e para trás. O “joelho” é o oposto do “cotovelo” nos membros anteriores. Eles trabalham em conjunto para conferir ao gato a habilidade exclusiva de levantar-se de um salto, precipitando-se sobre a presa.

MEMBROS ANTERIORES:
Ao contrário dos membros posteriores, os membros anteriores de seu gato não só podem se mover para frente e para trás, como também podem girar um pouco de forma que a parte interna das patas vire na direção da face. Isto permite que o gato possa limpar-se e lavar-se eficazmente.

PATAS:
As patas são tão longas que seu gato realmente anda mais sobre os “dedos”, sustentados por coxins densos e sensíveis. As garras são retráteis.

Artigos Relacionados

  • Nascido para se limpar | Hill's Pet

    Seu gato não só sabe como se limpar como também foi feito para isto. A higiene é uma característica marcante da maioria dos gatos. Nós até podemos lhes dar uma ajudinha de tempos em tempos, mas os gatos, sozinhos, fazem um excelente trabalho.
  • Entendendo o miado de seu gato | Hill's Pet

    O miado de um gato não é simplesmente um som emitido por um gato. É na verdade um método surpreendentemente sofisticado de comunicação. Os hábitos de vocalização e a voz dos gatos são tão individuais quanto a voz de uma pessoa.
  • Sinais de boa saúde | Hill's Pet

    Quando você levar seu animal ao veterinário, apresente todas as suas dúvidas e preocupações com relação à saúde do gato. Para ajudá-lo a determinar as alterações sobre as quais você precisa conversar com seu veterinário, verifique os tópicos a seguir.
  • Compreendendo as gatas no cio | Hill's Pet

    Se sua gata já passou por um cio, você jamais se esquecerá dos berros e da constante demanda por atenção. Caso ela seja impedida de copular, o cio será algo frustrante e desconfortável para vocês dois.
  • Seu gato provavelmente é mais esperto do que você pensa | Hill's Pet

    Você pode dizer que os gatos são espertos simplesmente observando-os por alguns minutos. Eles aprendem rapidamente e contam com milhares de anos de evolução por trás de suas habilidades de observar e tomar decisões inteligentes baseadas em suas percepções.
  • Quando seu gato pega camundongos | Hill's Pet

    Os gatos adoram caçar camundongos. Como predadores naturais, eles são muito bons nisso. Seu gato não caça por estar com fome — ele já é muito bem alimentado com o alimento para gatos da Science Diet™ para isso! Na verdade, esse comportamento predatório faz parte de seu instinto natural.