Dicas e Recursos para Alimentar o Seu Gato

Published by
minuto ler

Os gatos são caçadores e comedores solitários.
Dentre todas as espécies de felinos, somente os leões caçam e comem juntos. Em um ambiente natural, os gatos caçarão e comerão 10 ou mais pequenas refeições por dia. Uma maneira de imitar esse comportamento natural de caça seria utilizar um ‘caça alimentos’ ou ‘quebra-cabeça alimentar’, no qual o seu gato precisaria interagir com o comedouro para obter pequenos pedaços de comida. Você também pode esconder pequenas quantidades de ração seca Science Diet® ou Ideal Balance™ pela casa para o seu gato procurar e comer, talvez em recipientes rasos de plástico ou caixas de ovos.

Gato comendoPara as pessoas, comer é um evento social, mas como os gatos são caçadores solitários e a maioria prefere comer sozinho, isso significa que um gato em casa deve ser alimentado separado dos outros e com isso, ele provavelmente ficará mais feliz. Embora prefiram comer sozinhos, gatos saudáveis não se importam com a presença de outros na hora da refeição. No entanto, em momentos de doença ou estresse, essa tolerância poderá diminuir. É importante também saber que o comportamento demonstrado pelo seu gato ao chegar a casa (por exemplo: miar, esfregar nas suas pernas, procurar atenção) é um comportamento de cumprimento e não um pedido de ração. Você deve recompensar esse comportamento com atenção, como fazer carinho ou brincar, mas deixe para alimentar o seu gato depois.

A temperatura é importante
Como caçadores, os gatos preferem alimentos próximos à sua própria temperatura corporal (cerca de 38° C). Se estiver tirando a ração enlatada da geladeira, ela deve ser aquecida no micro-ondas (e bem mexida) ou aquecida com a adição de um pouco de água quente.

Diferença em comportamento alimentar

  Gatos contra Cães

Gatos Cães
Estritamente carnívoros (devem ter proteína de fonte animal em sua dieta; porém, também são capazes de usar muitos nutrientes das plantas) Omnívoros
(dieta de fontes animais e de plantas)
10 ou mais pequenas refeições/dia 1 a 3 refeições maiores/dia
Caça e come a qualquer hora do dia ou da noite Caça e come durante o dia
Comer não possui valor social Comer possui valor social

 

A hora da refeição é um momento especial para os gatos.
A alimentação além de satisfazer as abundantes necessidades energéticas do gato, também fornece os ingredientes certos que eles precisam para ser saudáveis e fortes. Embora alguns gatos possuam a capacidade de regular sua ingestão de alimentos, outros comerão em excesso ou terão dificuldade em comer perto de outros gatos.

Orientações simples para alimentar o seu gato

  • As áreas de alimentação (comida e água), sono/descanso e caixa de areia devem ser separadas uma da outra.
  • O ideal seria que cada gato tivesse sua própria ‘estação’ de comida e água, preferencialmente em um lugar tranquilo, com pouca movimentação onde o seu gato gosta de passar o tempo
  • As tigelas de água devem ser amplas e rasas, a água deve ser trocada diariamente; alguns gatos preferem beber da torneira ou bebedouro
  • Muitos gatos comem com maior facilidade em tigelas ou pratos rasos, assim, seus bigodes não tocam as laterais
  • De preferência, coloque tigelas de comida e água separadas uma da outra
  • Pratos de comida e água devem ser mantidos limpos
  • Meça o espaço da ração para cada gato de acordo com a quantidade recomendada pelo seu veterinário; monitore a ingestão de ração e apetite diariamente

Você tem vários gatos em sua casa? Aprenda sobre alimentar vários gatos.

 

Artigos Relacionados

  • O Que o Miado do Seu Gato Realmente Significa

    O ‘miado’ de um gato não é simplesmente um som felino. Na realidade, é um método de comunicação surpreendentemente sofisticado. Os hábitos de vocalização e a voz do gato são individuais assim como a voz de uma pessoa. Você pode ter um gato que mal sussurra ou um que seja extremamente falante. Diferentes raças terão também diferentes sons de miado.
  • Sinais Que Seu Gato Está de Luto e Como Você Pode Ajudar

    Pouca atenção é dada ao assunto sentimento de luto em gatos, principalmente por que muitas vezes eles são vistos como animais independentes que retêm muito da sua natureza ‘selvagem’. No entanto, os gatos de fato exibem mudanças comportamentais após a perda de um outro gato e às vezes eles podem ser difíceis de entender.
  • A anatomia especializada de seu gato

    Compreender o funcionamento do organismo de seu gato é essencial para lhe oferecer o melhor tratamento. Dedique um minuto para examinar seu animal da cabeça à cauda e descobrir como funciona seu corpo.
  • Arranhando corretamente

    Os gatos arranham e escalam para demarcar o ambiente com seu cheiro e marcações visuais, afiar as garras e alongar-se.

Produtos Relacionados