Os cinco sentidos favoritos do seu felino

A natureza equipou seu gato com poderes especiais refinados por incontáveis gerações de perseguições, caçadas e sobrevivência. Cinco sentidos definem seu animal como um gato. Cada um deles desempenha um papel importante na forma como os gatos percebem o mundo.

Cat ImageEles já ouviram de tudo. Muitos sons estão acima da capacidade de seus ouvidos, mas seu gato consegue captá-los sem problemas. A audição dos gatos é ainda melhor que a dos cães. A audição felina pode alcançar faixas ultrassônicas de até 1.000.000 Hz (hertz), em comparação aos 20.000 hertz da audição humana.

Conhecimento Nasal. O olfato de seu gato é fundamental para que ele conheça o meio ambiente. Há cerca de 200 milhões de células olfatórias sensíveis no nariz de um gato comum. Os humanos possuem apenas cinco milhões. Os gatos não usam seu olfato apenas em atividades associadas à alimentação, mas também para se comunicar com outros animais.

Mantendo contato. Os bigodes e patas fazem o trabalho da investigação ambiental para os gatos. Os gatos têm pelos sensitivos na porção posterior de suas patas dianteiras e na face. Eles usam esses pelos táteis para perceber os objetos ao seu redor e decidir se podem, por exemplo, passar através de uma abertura estreita. Alguns bigodes ajudam os gatos a perseguir suas presas em ambientes com pouca luz.

Mantendo um olho bem aberto. A vista de seu gato é extraordinária, especialmente sua visão periférica. As pupilas dos gatos podem se dilatar para capturar a visão panorâmica de uma paisagem. Eles também são especialistas em detectar movimento, um traço aprimorado ao longo de milhares de anos de caçadas. É interessante notar, no entanto, que os gatos possuem um ponto cego exatamente abaixo do queixo. Apesar da visão impressionante, eles podem literalmente deixar escapar algo que lhes esteja ao alcance.

Mais do que apenas bom gosto. Existe um motivo para os gatos não comerem simplesmente qualquer alimento para gatos que você coloque à sua frente. Eles possuem apenas cerca de 470 papilas gustativas. Pode parecer muito, mas compare isso à nossa boca, dotada de mais de 9.000! Os gatos não só têm menos papilas gustativas, como elas não são tão sensíveis. É por isso que eles contam mais com o olfato que com o paladar na hora de escolher o alimento.

Artigos Relacionados

  • Entendendo o miado de seu gato | Hill's Pet

    O miado de um gato não é simplesmente um som emitido por um gato. É na verdade um método surpreendentemente sofisticado de comunicação. Os hábitos de vocalização e a voz dos gatos são tão individuais quanto a voz de uma pessoa.
  • Sinais de boa saúde | Hill's Pet

    Quando você levar seu animal ao veterinário, apresente todas as suas dúvidas e preocupações com relação à saúde do gato. Para ajudá-lo a determinar as alterações sobre as quais você precisa conversar com seu veterinário, verifique os tópicos a seguir.
  • Compreendendo as gatas no cio | Hill's Pet

    Se sua gata já passou por um cio, você jamais se esquecerá dos berros e da constante demanda por atenção. Caso ela seja impedida de copular, o cio será algo frustrante e desconfortável para vocês dois.
  • Seu gato provavelmente é mais esperto do que você pensa | Hill's Pet

    Você pode dizer que os gatos são espertos simplesmente observando-os por alguns minutos. Eles aprendem rapidamente e contam com milhares de anos de evolução por trás de suas habilidades de observar e tomar decisões inteligentes baseadas em suas percepções.
  • A anatomia especializada de seu gato | Hill's Pet

    Compreender o funcionamento do organismo de seu gato é essencial para lhe oferecer o melhor tratamento. Dedique um minuto para examinar seu animal da cabeça à cauda e descobrir como funciona seu corpo.
  • Quando seu gato pega camundongos | Hill's Pet

    Os gatos adoram caçar camundongos. Como predadores naturais, eles são muito bons nisso. Seu gato não caça por estar com fome — ele já é muito bem alimentado com o alimento para gatos da Science Diet™ para isso! Na verdade, esse comportamento predatório faz parte de seu instinto natural.