Controlando o Comportamento Noturno do Seu Gato

Published by
minuto ler

Não é segredo nenhum que donos de animais quase nunca conseguem ter uma boa noite de sono. Donos de felinos, em especial, são vulneráveis a noites em claro devido ao comportamento noturno dos gatos.

Por que os gatos são noturnos? O relógio biológico do gato está programando no modo “ativo” durante a noite inteira e o seu instinto manifesta-se de várias maneiras, incluindo querer brincar, pedir o lanche da meia noite ou lhe empurrar para conseguir um lugar melhor na cama, geralmente no travesseiro.

Entretanto, existem algumas maneiras de controlar as traquinagens noturnas do seu gato, o que é uma boa notícia para a toda família com sono perdido!

Hora de Brincar é Igual Hora de Dormir

Se você é um dono novato de gato, poderá ficar surpreso com o tanto que os gatinhos dormem durante o dia. É verdade que a maioria dos gatos passa a maior parte do dia dormindo, seja com os humanos em casa ou não. A PetMD orienta ajudar o seu gato a perder a energia que acumulou durante o dia fazendo o seu gato se exercitar por cerca de 20 a 30 minutos assim que chegar em casa. Ele irá adorar a atenção e você terá uma atividade de boas-vindas bem legal. No entanto, tenha em mente que ele poderá tirar aquela super soneca e ficar pronto para detonar de novo justamente quando você acabou de se aconchegar em sua confortável cama. Neste caso, seria uma boa ideia passar outros 20 a 30 minutos antes de dormir ajudando o seu gato a esgotar suas travessuras.

Cat on floor playing with toy

Outra maneira de deixar o seu gato feliz é fornecer meios para brincadeiras independentes. Por exemplo, abrir as cortinas ou persianas em um cômodo desocupado para que ele possa vigiar a vida noturna da sua vizinhança. A Animal Humane Society ressalta que você pode até mesmo incorporar a hora de brincar na sua sessão noturna de televisão. Você se sairá melhor evitando brinquedos que façam barulho, do contrário, você ouvirá aquela bola com sino rolando para cima e para baixo a noite toda, sabotando assim suas tentativas de ter um sono profundo.

Jantar na Hora de Dormir

Os donos veteranos de animais lhe dirão que se você levanta para alimentar o seu gato de madrugada uma vez, a expectativa dele é que você fará o mesmo todas as noites. Não faça isso. Se você já começou a alimentar o seu gato às 2 da madrugada para aquietá-lo, não se desespere, você poderá encerrar esta rotina aos poucos com o passar do tempo.

Uma maneira de fazer isso é dar a janta ao seu gato perto da hora de dormir, de preferência antes das habituais brincadeiras antes de ir para cama. Para evitar superalimentar o seu gato, certifique-se de dividir suas refeições de maneira apropriada durante o dia. Siga as instruções fornecidas na embalagem da ração do seu gato e caso tenha dúvidas sobre o cronograma de alimentação e comportamento do seu gato, pergunte ao seu veterinário.

A Ignorância é uma Benção

Você já fechou a porta do quarto com a esperança de que seu amigo felino buscasse outras maneiras de queimar a energia da meia noite? Caso sim, você já descobriu que os gatos veem uma porta fechada como um desafio e se lançarão contra ela até que se abra. (Uma observação aos donos novatos de animais: Os gatos não desistem. Eles passarão horas tentando abrir a porta). Os gatos extremamente determinados correrão a toda velocidade e se atirarão contra a porta.

Você poderá ficar tentando a mandar seu companheiro peludo ir embora, mas a resistência será em vão. Para um gato, qualquer atenção é uma boa atenção. Qualquer reação sua significa que você está pronto para brincar. Nunca, jamais discipline o seu bebê por seu comportamento noturno. Ele está apenas fazendo o que já é natural dele. A sua aposta mais segura é ignorar completamente o seu gato. Não é fácil, mas no final ele buscará outro entretenimento.

Poderá levar algumas noites para o seu gatinho perceber que você não reagirá às suas exigências noturnas. Com paciência e dedicação, você e seu bebê peludo poderão esperar por noites tranquilas e tanto você quanto ele terão energia para brincar durante o dia!

Image source: Flickr

Biografia do colaborador

Christine O'Brien

Christine O'Brien

 

Christine O'Brien é escritora, mãe e dona de gato de longa data, os seus dois azuis russos dominam a casa. O seu trabalho também pode ser visto em Care.com, What to Expect, e Fit Pregnancy, onde ela escreve sobre animais domésticos, gravidez e vida de família. Encontre e a siga no Instagram e Twitter @brovelliobrien.

 

Artigos Relacionados

  • O Que o Miado do Seu Gato Realmente Significa

    O ‘miado’ de um gato não é simplesmente um som felino. Na realidade, é um método de comunicação surpreendentemente sofisticado. Os hábitos de vocalização e a voz do gato são individuais assim como a voz de uma pessoa. Você pode ter um gato que mal sussurra ou um que seja extremamente falante. Diferentes raças terão também diferentes sons de miado.
  • Sinais Que Seu Gato Está de Luto e Como Você Pode Ajudar

    Pouca atenção é dada ao assunto sentimento de luto em gatos, principalmente por que muitas vezes eles são vistos como animais independentes que retêm muito da sua natureza ‘selvagem’. No entanto, os gatos de fato exibem mudanças comportamentais após a perda de um outro gato e às vezes eles podem ser difíceis de entender.
  • A anatomia especializada de seu gato

    Compreender o funcionamento do organismo de seu gato é essencial para lhe oferecer o melhor tratamento. Dedique um minuto para examinar seu animal da cabeça à cauda e descobrir como funciona seu corpo.
  • Arranhando corretamente

    Os gatos arranham e escalam para demarcar o ambiente com seu cheiro e marcações visuais, afiar as garras e alongar-se.

Produtos Relacionados