Sinais de boa saúde

Quando você levar seu animal ao veterinário, apresente todas as suas dúvidas e preocupações com relação à saúde do gato. Para ajudá-lo a determinar as alterações sobre as quais você precisa conversar com seu veterinário, verifique os tópicos a seguir.

O Que é Normal

  • Olhos: Devem estar brilhantes e limpos. Relate a presença de secreção ocular a seu veterinário.

  • Orelhas: Devem estar limpas e livres de secreção, mau cheiro e vermelhidão. Problemas otológicos não tratados são dolorosos e podem levar à perda de acuidade auditiva.

  • Boca: O hálito deve ser agradável. As gengivas devem estar rosadas. Os dentes devem estar livres de placa e tártaro. A boca e os lábios não devem apresentar lesões ou tumores.

  • Pelagem: Deve estar limpa e brilhante.

  • Peso: Filhotes de gatos ativos e brincalhões raramente estão acima do peso. Peça para seu veterinário aconselhá-lo sobre o alimento para gatos correto para manter o peso saudável de seu gato.

  • Hábitos relacionados à bandeja sanitária: Relate imediatamente ao seu veterinário alterações nos hábitos de eliminação, tais como a frequência ou consistência da urina e das fezes de seu filhote de gato.

O Que NÃO é Normal

  • Diarreia: Esta alteração comum pode ser causada por diversos fatores, como bactérias, vírus, endoparasitos, substâncias tóxicas, excessos alimentares ou transtornos psicológicos. Entre em contato com seu veterinário caso haja sangue nas fezes, diarreia líquida volumosa, se seu filhote estiver magro demais ou barrigudo ou se a diarreia persistir por mais de 24 horas.

  • Constipação: Assim como a diarreia, a constipação pode ser causada por diversos fatores, como a ingestão de pelos, ossos, corpos estranhos, etc, em decorrência de doenças ou por ingestão insuficiente de líquidos. O seu veterinário poderá solicitar exames de sangue, radiografias ou outros exames para descobrir a causa.

  • Vômitos: Não é incomum um filhote de gato vomitar ocasionalmente. No entanto, vômitos frequentes ou persistentes não são normais. Entre em contato com seu veterinário caso seu animal apresente mais de cinco episódios de vômitos em algumas horas, se o volume vomitado for alto, se houver presença de sangue ou se os episódios estiverem acompanhados de diarreia ou dor adbominal.

  • Micção Anormal: Dificuldade para urinar ou a presença de sangue na urina podem indicar a presença de uma infecção dolorosa no trato urinário. Entre em contato com seu veterinário urgentemente.

Artigos Relacionados

  • Nascido para se limpar | Hill's Pet

    Seu gato não só sabe como se limpar como também foi feito para isto. A higiene é uma característica marcante da maioria dos gatos. Nós até podemos lhes dar uma ajudinha de tempos em tempos, mas os gatos, sozinhos, fazem um excelente trabalho.
  • Entendendo o miado de seu gato | Hill's Pet

    O miado de um gato não é simplesmente um som emitido por um gato. É na verdade um método surpreendentemente sofisticado de comunicação. Os hábitos de vocalização e a voz dos gatos são tão individuais quanto a voz de uma pessoa.
  • Compreendendo as gatas no cio | Hill's Pet

    Se sua gata já passou por um cio, você jamais se esquecerá dos berros e da constante demanda por atenção. Caso ela seja impedida de copular, o cio será algo frustrante e desconfortável para vocês dois.
  • Seu gato provavelmente é mais esperto do que você pensa | Hill's Pet

    Você pode dizer que os gatos são espertos simplesmente observando-os por alguns minutos. Eles aprendem rapidamente e contam com milhares de anos de evolução por trás de suas habilidades de observar e tomar decisões inteligentes baseadas em suas percepções.
  • A anatomia especializada de seu gato | Hill's Pet

    Compreender o funcionamento do organismo de seu gato é essencial para lhe oferecer o melhor tratamento. Dedique um minuto para examinar seu animal da cabeça à cauda e descobrir como funciona seu corpo.
  • Quando seu gato pega camundongos | Hill's Pet

    Os gatos adoram caçar camundongos. Como predadores naturais, eles são muito bons nisso. Seu gato não caça por estar com fome — ele já é muito bem alimentado com o alimento para gatos da Science Diet™ para isso! Na verdade, esse comportamento predatório faz parte de seu instinto natural.