Problemas Urinários Felinos e Estresse: Como Lidar

Published by
minuto ler

Apesar dos gatos parecerem ter uma vida fácil, a verdade é que eles podem ficar estressados com grande facilidade. Problemas urinários felinos podem ser um dos primeiros sinais que o seu gato está apresentando algum tipo de estresse. É importante que os donos de gatos saibam como são os sintomas e como ajudar seus amigos felinos.

Comportamento Urinário Incomum

Quando os gatos estão felizes e saudáveis, eles usam a caixa de areia para urinar e defecar. No entanto, se o seu gato começar a exibir um dos seguintes comportamentos, talvez ele esteja apresentando estresse urinário felino ou doença do trato urinário inferior (DTUI) felina:

  • esforço ao urinar
  • incontinência / perda do controle da bexiga
  • urinar fora da caixa de areia
  • gritar de dor ao urinar ou tentar urinar
  • lamber a região genital
  • diminuição de apetite

A maioria dos gatos exibirá os sinais acima quando tiverem alcançado o seu limite de estresse ou estiverem tendo um problema médico, por isso, se o seu gato está se escondendo mais, é menos carinhoso, está mudando seu comportamento alimentar ou está somente urinando ou somente defecando na caixa de areia (não ambos), ele poderá estar apresentando sinais precoces de estresse. No entanto, alguns gatos poderão apresentar estresse urinário sem nenhum sinal. Assim que seu gato exibir sinais de estresse urinário, é importante ligar para o seu veterinário para determinar se será necessária uma visita ou se você deve tentar algumas intervenções em casa primeiro.

Observando Fatores de Estresse

Se o seu gato está exibindo comportamentos incomuns durante a micção ou se ele está constantemente urinando fora da caixa de areia, é importante identificar fatores de estresse que seu gato possa estar apresentando. Quando ligar para o seu veterinário para discutir sobre os sintomas do seu gato, ele ou ela poderá fazer algumas perguntas para ajudar a descobrir o que está estressando o seu gato, incluindo:

  • Quando os comportamentos urinários incomuns começaram?
  • Fez alguma mudança em sua ração ou areia?
  • Quais outros comportamentos incomuns estão acompanhando os problemas urinários?
  • Houve alguma grande mudança na sua casa como reforma, novo animal de estimação, novo bebê ou morte na família?

Outra coisa a considerar é que os gatos muitas vezes estão sintonizados com os sentimentos do seu dono, por isso, seria bom você fazer uma avaliação sua também. Tem estado estressado ultimamente? O estresse começou a interromper a sua rotina diária? Uma vez que sua rotina diária foi interrompida, a do seu gato também foi. Sono excessivo ou falta de sono são sintomas comuns em humanos que estão estressados. Quando um gato nota mudanças no seu dono, ele poderá começar a ficar estressado e os sintomas poderão ser exibidos em seus comportamentos urinários.

Estresse de Curto Prazo versus Longo Prazo

Grandes mudanças na vida de um gato, como uma mudança de casa ou um novo animal de estimação na casa, podem causar estresse temporário. Embora a maioria dos gatos se ajuste dentro de um período de tempo razoável, alguns gatos permanecessem estressados, o que pode levar a problemas urinários. Se o fator de estresse for identificado rapidamente e o seu gato tiver a atenção especial de que precisa, os problemas urinários poderão ser atenuados rapidamente.

As fontes de estresse mais desafiadoras são situações de longo prazo que talvez não tenham soluções rápidas, podendo causar problemas urinários mais graves. De acordo com a Live Science, os pesquisadores descobriram que o fator de estresse de longo prazo mais comum são as relações tensas com outros gatos da casa. Apesar da introdução de um novo animal de estimação levar algum tempo de adaptação e o estresse temporário ser esperado, quando dois ou mais gatos têm uma relação tensa, isso poderá levar a sintomas de estresse urinário que poderão criar um ambiente pesado para todos.

Como Você Pode Ajudar

Se o seu gato estiver apresentando estresse urinário, é bem provável que uma visita ao veterinário se faça necessária. Dependendo dos fatores de estresse, o seu veterinário poderá receitar medicação e/ou ajustar sua dieta com uma ração terapêutica, o que poderá aliviar alguns problemas urinários, colocando-o no caminho para ficar bem novamente. Além da prescrição de medicação e alimentação, o seu veterinário poderá também oferecer sugestões sobre como melhorar o ambiente domiciliar para acalmar todos os gatos da casa. Se os seus gatos não se dão bem, os alimente separadamente e dê a cada um deles sua própria caixa de areia, cama e esconderijo para se refugiar caso as coisas fiquem estressantes.

Entretanto, às vezes, tudo o que você precisa é passar um pouco mais de tempo com seu gato e dar atenção positiva para tranquilizar a sua mente. Além disso, tente manter a caixa de areia e a casa limpas, assegure-se que o seu gato está bem hidratado, o que pode apaziguar o estresse e diminuir ou eliminar os problemas urinários felinos. Infelizmente, para muitos gatos, lidar com o estresse urinário felino pode levar semanas ou meses para aliviar.

Uma vez identificadas as causas do estresse urinário felino e as maneiras para reduzir o nível de estresse do seu gato, é importante ajudar a cuidar do estresse de forma apropriada. Não se esqueça também de cuidar melhor do seu estresse! Um modo criativo de reduzir o seu estresse e o do seu gato é fazer yoga juntos. Algumas cidades grandes oferecem aulas de yoga, de acordo com o Pupcycled, o que é uma ótima ideia para gatinhos que são amigáveis com outros cães e gatos. Se ele for mais do tipo solitário, há vários ótimos vídeos de yoga para animais na internet para que vocês dois se divirtam em casa.

Outro grande fator para cuidar do estresse do seu gato é ser consistente com ele. Se você sabe que sua rotina mudará em breve ou uma grande mudança na sua vida está à vista (mudança de casa, nova pessoa em casa, novo animal, etc.), tente preparar o seu gato encontrando itens e brinquedos que ele gosta. Um pouco mais de mimo ajudará o seu gato a se sentir mais seguro, podendo até mesmo distrai-lo das mudanças futuras. Além disso, mantenha a caixa de areia extremamente limpa e encontre um lugar tranquilo para ele relaxar.

Ao se preparar para situações estressantes e ficando de olho nos primeiros sinais que seu gato está ficando sufocado, você poderá ajudá-lo a evitar problemas urinários felinos fazendo com que tenha uma vida mais feliz e mais saudável.

Biografia do Colaborador

Chrissie Klinger

Chrissie Klinger

 

Chrissie Klinger, mãe de dois filhos e dona de três cachorros e um gato, adora escrever artigos relacionados a animais de estimação que ajudam famílias a estreitar laços e aproveitar a vida com os animais. Quando não está ensinando ou escrevendo, Chrissie gosta de passar o tempo com a família e viajando.

 

Artigos Relacionados

Produtos Relacionados