Problemas de Pele para Ficar de Olho em Seu Gato

Published by
minuto ler

Se você tem um gato, você já viu o esforço que ele faz para manter o pelo limpo. No entanto, devido ao seu exterior bem cuidado, pode levar algum tempo até você identificar alguma condição de pele que possa estar lhe incomodando. Na verdade, você pode nem mesmo notar nenhum tipo de irritação até ver aumento de coceira, perda de pelo, ou feridas visíveis como consequência.

Como Identificar um Problema Logo de Cara

Em dúvida se seu gato tem problema de pele? De modo geral, o pelo do seu gato é limpo e fofo. Você também deve sentir seu pelo macio ao acariciá-lo. Sem vermelhidões, caroços, descamações ou outros sinais de irritação. Por isso, caso descubra marcas vermelhas, bolhas, crostas, feridas, manchas escamosas ou perda de pelo, ele talvez tenha uma condição de pele que requer tratamento. Observe também a mudança no odor da pele, aumentos de coceira, lambida ou coceira em lugares que ele tem feito com mais frequência.

Seu gato tem coceira? Essas condições de pele no seu gato podem estar irritando o seu felino predileto.

Infecções comuns

Infecções fúngicas são algumas das mais típicas. Impingem e candidíase são duas razões possíveis do por que seu gato está tendo problemas de pele. Tenha em mente que eles podem transferir para outros membros da família de modo bem fácil, por isso, a identificação precoce é primordial.

 Os gatos estão propensos a parasitas e vírus, igual a você. As pulgas  e ácaros além de fazerem o seu gato se coçar, também podem ser prova do início de problemas de pele mais graves. Mesmo que seu gato não fique fora de casa, é sensato considerar medicamentos para pulga e carrapato impedindo que essas pragas o mordam. Peça recomendações ao seu veterinário. Certas infecções muitas vezes têm efeitos colaterais de irritações de pele. Uma delas é o vírus da varíola felina, que segundo o Journal of Feline Medicine and Surgery, os gatos podem pegar se forem expostos a roedores que portam a doença. O vírus, embora não muito comum nos Estados Unidos, tem sido visto com mais frequência por toda a Europa

Influência Ambiental

Quando se trata da pele, o ambiente pode ter efeito no seu gato de três formas:

  • Alergias ambientais: pólen, poeira e fungo são três alérgenos comuns que podem levar a problemas de pele em gatos. Seu veterinário conseguirá ajudar a determinar se este for o problema. O melhor é deixar o seu gato longe de áreas carregadas com pólen, pó e mofo.  Antes de deixá-lo voltar a essas áreas, tome todas as medidas necessárias para limpá-las por completo.
  • Alergias alimentares: Problemas de pele são um dos sintomas. Os gatos que também sofrem de problemas com a digestão, como vômitos ou diarreia, podem também apresentar problemas de pele como outro sinal de alerta.
  • Medicamentos: Caso o gato esteja tomando alguma medicação, ela pode ter efeitos adversos e você poderá notar a ocorrência de problemas de pele. Contate o seu veterinário antes de descontinuar o uso ou trocar de medicamento.

O que você pode fazer

Pode ser que você não esteja certo do porquê o seu gato não para de se lamber ou se coçar e isso é perfeitamente normal. Marque uma consulta com o veterinário para o gato poder ter o alívio de que precisa. Pode ser que seu gato precise ser tratado com medicamento para uma dessas condições. É importante sempre ficar de olho no seu gato após dar o medicamento a fim de assegurar que o problema está melhorando e não piorando. Se o problema não começar a diminuir aos poucos pode ser que haja outras condições de pele no gato em jogo. Uma bateria de exames com o veterinário ajudará a assegurar que ele terá o tratamento que precisa. Certifique-se de ter uma lista de todos os sintomas que você notou em seu gato para ajudar no diagnóstico do seu veterinário quanto à irritação da pele.

Você ama o seu gato e odeia vê-lo se sentir desconfortável. Embora ele seja ótimo com cuidado pessoal, verifique seu pelo e pele regularmente quanto a possíveis problemas e fique de olho para mudanças no cheiro, coceira e rotina de limpeza. O quanto mais cedo estes problemas forem tratados, melhor o seu gato se sentirá.

Biografia do Contribuidor

Erin Ollila

Erin Ollila acredita no poder das palavras e como uma mensagem pode informar — e até mesmo transformar — seu público alvo. Sua obra está espalhada na internet e em material impresso incluindo entrevistas, obras como escritora fantasma, postagens em blogs e literatura criativa de não ficção. Erin é uma geek para a SEO e todas as coisas relacionadas a mídias sociais. Ela se formou na Universidade FairField com Mestrado em Criação Literária. Entre em contato com ela no Twitter @ReinventingErin ou saiba mais sobre ela em http://erinollila.com.

Artigos Relacionados

Produtos Relacionados