O Seu Gato Está Escondendo a Dor? Reconhecendo os Sinais e Sintomas

Published by
minuto ler

Os sinais de que gato está doente podem passar despercebidos; eles não se parecem nenhum pouco com os resfriados que as pessoas vira e mexe contraem. Os gatos têm a tendência de esconder a dor, fazendo com que seja mais difícil tratá-la quando mais precisam. Entretanto, se você sabe o que procura, você poderá reconhecer precocemente os sintomas de dor no gato e dar ao seu gatinho a ajuda que tanto precisa.

Por Que os Gatos Escondem a Dor

Acredita-se que a tendência que os gatos têm de disfarçar o seu desconforto seja uma herança evolucionária de seu tempo em ambiente selvagem, onde uma doença ou lesão seria o mesmo que ter um alvo pintado nas costas para os predadores ao redor. Além da aparência de fraqueza do gato selvagem o tornar mais vulnerável, também o colocaria em perigo de ser hostilizado ou ser abandonado por seu grupo.

Apesar dos gatos domésticos não precisarem se preocupar em se tornar presas nos dias de hoje, eles podem ver os outros animais domésticos da casa - ou até mesmo outras pessoas - como um concorrente quanto a recursos como comida e água. Seja motivado pelo instinto profundamente enraizado ou pela lógica superprotetora dos bichanos, a preocupação dos gatos é que ao demonstrar sinais de dor fará ele perder tudo para um animal que mereça mais, o que os estimula a mascarar os seus sintomas.

Sintomas Comuns de Dor nos Gatos

Orange and white cat lying down staring straight ahead.Na maior parte das vezes, um gato sentindo dores demonstrará mudanças comportamentais que poderão indicar a um dono astuto o fato de que algo está errado. Segundo a Vetstreet, sinais comuns de que o seu gato está doente incluem:

  • Esconder-se
  • Ficar parado e encurvado
  • Perda de interesse nas pessoas, outros animais domésticos ou atividades
  • Não faz higienização, ou higieniza-se demasiadamente em um único lugar
  • Ronronar, miar em excesso ou vocalizações incomuns
  • Inquietação ou agressão em ambientes amigáveis
  • Aliviar-se fora da caixa de areia

Filhotes com dor poderão também exibir falta de apetite, vômito incomum, comportamento pegajoso ou alguma mudança notável na personalidade e na atitude. Gato com dor crônica, como a artrite, poderá parar de usar a caixa de areia de vez, já que fica muito difícil pular para dentro dela. Por esse motivo, ele poderá também parar de subir ou pular nas partes mais altas da sua árvore de gato.

Como o seu Veterinário Pode Ajudar

Orange and white tabby cat lying in a brown cat bed.Qualquer comportamento anormal do seu gato merece uma visita ao veterinário, pois ele é quem pode ajudar a determinar se essas mudanças ocorrem devido à dor ou doença e então trabalhar com você para tratar a causa subjacente. O veterinário poderá também ajudar com o tratamento da dor - o que poderá incluir analgésicos, termoterapia, reabilitação física ou até mesmo massagem.

Caso o seu gatinho esteja acima do peso, o seu veterinário poderá até mesmo prescrever uma ração para controle de peso, principalmente se ele tiver dor crônica na articulação. Alguns suplementos para articulação poderão também ajudar na sua mobilidade; porém, em último caso, talvez você queira tentar uma ração terapêutica para ajudar a tratar a condição subjacente.

Algo que você nunca deverá fazer com o seu gatinho é administrar medicamentos isentos de prescrição, que poderão ser bastante tóxicos ao sistema digestivo felino. Você também deverá verificar com o seu veterinário sobre suplementos que você planeja dar ao seu gato para ter certeza de que são seguros. O veterinário poderá também prescrever estabilizadores de humor para ajudar o seu gato doente a lidar com a dor e com as consequentes mudanças em seu estilo de vida.

Como Você Pode Ajudar

Em casa, considere trocar a cama, as rações, as tigelas de água e a caixa de areia de lugar para que o gato as acesse com mais facilidade. Certifique-se de que a caixa de areia é simples o suficiente para que ele possa entrar e sair. Caso tenha um modelo com tampa e laterais altas, por exemplo, você precisará substituir por uma estrutura mais baixa e aberta, e também trocar a areia com mais frequência para compensar a desvantagem do seu gato. Família Grande? Evite que os outros animais da casa ou as crianças brinquem ou façam alvoroço com ele. O seu gato poderá escapar deles por conta própria, mas você não quer que ele perca a confiança nas pessoas enquanto está se recuperando.

Logicamente, prevenir é melhor que remediar. Checkups anuais ao veterinário e uma ração bem balanceada contribuirão para evitar que o seu gato desenvolva uma condição dolorosa.

Como dono de animal doméstico, não há dúvidas de que você quer que o seu gatinho seja saudável a vida inteira. Aprender a reconhecer quando o seu gato está sentindo dor contribuirá muito para melhorar a qualidade de vida do seu companheiro peludo.

Biografia do Colaborador

$authorImageAlt

Jean Marie Bauhaus

 

Jean Marie Bauhaus é uma autora de ficção, escritora freelance e editora que reside em Tulsa, Oklahoma. Ela é dona de animais domésticos e entusiasta que escreve com frequência sobre animais e saúde animal em seu escritório residencial, onde recebe ajuda de vários peludinhos.

 

Artigos Relacionados

Produtos Relacionados