Por que um Gato Adotado Pode Ser Devolvido ao Abrigo

Published by
minuto ler

A cada ano, por volta de 3,4 milhões de gatos ingressam em um abrigo animal nos Estados Unidos. Às vezes, quando os gatos são adotados, nem sempre os seus novos lares são lares permanentes. Por exemplo, um gato mais velho adotado talvez não seja a melhor pedida para uma casa com crianças. Talvez, o novo dono não tenha a paciência ou conhecimento para dar ao gato uma chance de se adaptar. Caso esteja considerando adotar um gato, talvez você queira tomar nota sobre os motivos mais comuns de se devolver um gato para o abrigo a fim de evitar que esses problemas surjam com você e seu possível novo companheiro.

Independência

Os gatos são individuais, assim como as pessoas, e possuem personalidades variadas. Enquanto muitos gatos são carinhosos, sociáveis e gostam até mesmo de cães, outros são mais reservados, independentes e solitários. Não surpreende saber que um dos motivos dos gatos serem devolvidos aos abrigos é o fato de serem indiferentes. Muitas pessoas preferem um animal mais apegado e talvez não sejam capazes ou não estejam prontas para apreciar a personalidade única do seu gato.

Arranhar

Os gatos precisam arranhar; isso beneficia seus corpos e mentes. Os gatos arranham para afiar as unhas, marcar o território e espreguiçar o corpo. Não é incomum ouvir que os gatos arranham móveis, paredes e outros lugares impróprios. Por causa disso, muitos donos não pensam duas vezes antes de devolver o seu gato adotado como uma maneira de salvar sua casa e seus pertences. Infelizmente, este comportamento muitas vezes é resultado de um mau planejamento por parte do dono. É bem provável que os donos não providenciaram áreas de arranhar suficientes para o seu gato ou as áreas de arranhar eram muito pequenas. Antes de retornar um gato para o abrigo devido ao seu hábito natural de arranhar, verifique se você consultou um profissional para falar sobre tal comportamento. Isso geralmente pode ser resolvido ao providenciar um arranhador. Você pode até mesmo criar o seu próprio arranhador.Gray tabby kitten claws at the base of a cat scratch post.

Problemas de Saúde

É compreensivo que novos donos de gato queiram adotar um animal saudável. Além de ser difícil cuidar de gatos doentes ou lesionados, as contas veterinárias são uma despesa que muitas pessoas não estão prontas para bancar. É importante entender as responsabilidades financeiras de se ter um gato antes mesmo de pensar em ir a um abrigo. Saber que contas veterinárias poderão ocorrer ajudará a facilitar bastante o processo de adoção para você e sua família.

Relacionar-se Bem Com Crianças e Outros Animais de Estimação

Muitas famílias querem um gato que se relacione bem com seus filhos e outros animais de estimação. Embora os abrigos observem o temperamento do gato antes da adoção, pode ser difícil ter uma avaliação precisa da personalidade do gato em um abrigo onde tantas coisas acontecem ao mesmo tempo. Alguns gatos convivem harmoniosamente com crianças bem-comportadas e outros animais; porém, outros ficam assustados com crianças e animais. Pode ser que ele precise de tempo para se acostumar com todos ou talvez seja um tipo de gato que precisa ficar sozinho. Se o seu gato fica assustado com facilidade, não é um reflexo do seu modo carinhoso e amável, mas sim que não gosta de atividades agitadas.

Restrições da Casa

Embora seja muito mais comum com cães, um dos maiores motivos para a devolução de gatos para abrigos são as regras e regulamentos sobre a posse de animais de estimação em lugares como apartamentos e condomínios fechados. Se você mora em um local alugado, verifique com o proprietário do imóvel de que não há problemas em se ter um gato. Averiguar com antecedência lhe poupará a dor de ter que devolver seu amiguinho ao abrigo. Isto também é algo a considerar caso já tenha um gato e está se mudando para outro imóvel alugado. Saber a política do imóvel com antecedência, ajudará você decidir se a nova casa é ideal para você e seu gato.

Existem outros motivos pelos quais os gatos são devolvidos aos abrigos, mas esses são os mais comuns. Um pouco de pesquisa e paciência contribuirá muito para tornar sua casa confortável e prazerosa para você e o seu novo gato, por isso, não saia correndo de volta ao abrigo. Saber com o que está lidando e se preparar para fazer um pequeno esforço dará ao seu gato a melhor oportunidade para se adaptar à sua casa com sucesso. Afinal, ele acabou de sair de um abrigo com muitos outros animais, sons e pessoas em volta. Um pouco de tempo para se adaptar ao seu ambiente e conhecer você e sua família fará toda a diferença. Com a chance de ser realmente feliz e estar confortável, você poderá notar que ele está indo bem no caminho de se tornar a companhia perfeita.

Biografia do Colaborador

Katie Finlay

 

Katie Finlay é uma treinadora de animais que mora no sul da Califórnia. Ela tem trabalhado com cães e seus donos tanto presencialmente quanto através de seus artigos online há seis anos.

 

Artigos Relacionados

Produtos Relacionados