Alimentos que são Perigosos ou Tóxicos para os Gatos

Published by
minuto ler

Quando se trata do seu gato, você quer ter a certeza que ele tem o melhor tipo de alimento para suprir suas necessidades nutricionais. De vez em quando você poderá ficar tentado a dar restos de comida e guloseimas especiais, mas tenha em mente que certos alimentos podem ser perigosos para ele. Aqui estão alguns dos alimentos mais tóxicos para os gatos.

Cebola e Alho

Cebola, alho e cebolinha podem causar danos nos glóbulos vermelhos do seu gato e causar anemia. Esses alimentos são geralmente venenosos quando ingeridos em grandes quantidades, porém, a exposição a formas concentradas de cebola ou alho, como mistura para sopa de cebola ou alho em pó, também podem ser tóxicos. Gatos com sintomas de letargia, apetite reduzido, gengivas pálidas e urina de coloração laranja a vermelha escura devem ser levados ao veterinário imediatamente.

Tabby cat approaches woman by standing on the arm of a green and white plaid couch.

Chocolate e Bebidas Cafeinadas

Todos nós já ouvimos que o chocolate pode ser fatal para os cães, no entanto, ele pode ser igualmente venenoso para os gatos também. O chocolate contém substâncias chamadas metilxantinas sendo que a teobromina é a mais famosa delas. Essas substâncias podem causar vômitos e diarreia, temperatura corporal alta, tremores musculares, ritmo cardíaco anormal, desconforto abdominal, aumento de sede e convulsões. As metilxantinas também são encontradas em bebidas cafeinadas, devendo ser evitadas. Visite o seu veterinário caso o seu gato demonstre algum desses sintomas. Como regra geral, chocolates mais escuros são mais perigosos do que o chocolate ao leite e chocolate branco.

Álcool

Bebidas alcoólicas e alimentos que contêm álcool podem ser perigosos para o seu gato. A ingestão pode causar vômitos, diarreia, tremores, desorientação, problemas respiratórios, coma e até mesmo levar à morte.

Leite e Laticínios

Gatos reduzem a produção da enzima que faz a digestão da lactose (a lactase) a medida que vão ficando mais velhos. Então, por mais que seu gato goste de beber leite, este alimento não é necessariamente bom para ele. Por conta da redução na produção de lactase, gatos adultos têm dificuldade em digerir a lactose no leite, o que pode causar gases e diarreia. A maioria dos gatos somente é exposta à lactose do leite da sua mãe quando são filhotes e nessa fase de vida, os gatos são totalmente adaptados à ingestão de leite. Embora alguns gatos não tenham alterações após ingerir leite, seu consumo deve ser realizado somente enquanto o gato é filhote devido à possibilidade de problemas digestivos.

Uvas e Uvas Passas

Mesmo uma pequena quantidade de uvas ou uvas passas pode tornar o seu gato doente - pode até mesmo levar a um rápido desenvolvimento de insuficiência renal. Dentro de 12 horas da ingestão, os vômitos às vezes ocorrem. Outros sinais que podem aparecer dentro de 24 horas incluem letargia, diarreia, redução de apetite, dor abdominal, redução de micção e dor abdominal.

Apesar de não estar claro o porquê, uvas e uvas passas podem causar insuficiência renal em gatos e mesmo uma pequena quantidade pode tornar um gato doente. Vômitos repetidos e hiperatividade são sinais precoces. Apesar de alguns gatos não demostrarem efeitos da doença, o melhor é não dar uvas ao seu gato e também não deixar uvas e uvas passas nos topos de armários ou outros lugares acessíveis a ele.

Rações para Cães

Apesar das rações para cães não serem tóxicas aos gatos, o seu gato precisa de um conjunto muito diferente de nutrientes do que os cães. Gatos precisam obrigatoriamente receber alguns nutrientes do alimento que os cães não precisam, como a vitamina A, a taurina e o ácido araquidônico. Além disso, a necessidade de alguns nutrientes, como a gordura e a proteína dos gatos é mais elevada do que a dos cães. Sendo assim, o alimento formulado para cães é completo somente para cães, mas, como a exigência nutricional desses animais é diferente da exigência nutricional de gatos, esse alimento não é completo e não atende as necessidades dos felinos.

Impedindo os Gatos de Comer Alimentos Perigosos

A vida e o bem-estar do seu gato dependem do tipo de alimento que ele come. Ao deixar alimentos perigosos e venenosos fora de seu alcance, assim como assegurar que ele consuma somente alimentos balanceados, você o está ajudando a ser saudável.

Aqui seguem algumas dicas simples para impedir que seu gato coma alimentos perigosos e tóxicos:

  • Guarde os alimentos longe do alcance do gato. Instalar travas à prova de gatos nos armários pode ser uma ação necessária para gatinhos curiosos.
  • Não deixe o seu gato subir à mesa enquanto estiver cozinhando ou comendo.
  • Não alimente seu gato com restos de comida.
  • É importante ser mais cuidadoso ainda durante as viagens de férias. Provavelmente há mais comida tentadora pela casa, a qual pode irritar o estômago do seu gato ou até mesmo causar danos a ele.

Se você notou ou suspeita que o seu gato comeu um desses alimentos, leve-o para o veterinário imediatamente. Enquanto alguns desses alimentos causarão somente um leve desconforto no seu gato, outros poderão ser bem mais perigosos à sua saúde. Em caso de dúvida, peça orientação ao seu veterinário.

Artigos Relacionados

Produtos Relacionados