Técnicas Para Treinamento de Obediência do Seu Gatinho

Published by
minuto ler

Mantenha as sessões curtas. Foque em um comando por vez, depois de aprendido, vá para o seguinte. Pratique os comandos em lugares diferentes da casa para que ele se acostume a responder em todos os tipos de situações. Você pode usar o clicker para ajudar com outros aspectos do treinamento do seu gatinho, como por exemplo, incentivá-lo a ficar parado para higienização e acostumar-se a andar de carro.

Gray cat chewing and pulling on toilet paper.Os proprietários frequentemente Todos nós sabemos que os cães podem ser treinados para obedecer a comandos básicos, mas e o seu gato? Os gatos são mais independentes e menos sociáveis do que os cães, por isso, eles não querem elogios da mesma forma que os cães. No entanto, como você já sabe, os gatos são animais extremamente inteligentes, sendo que eles possuem a capacidade de aprender uma grande variedade de comportamentos e truques.

Treinando um Filhote

É importante começar a treinar o seu gatinho assim que possível, dessa forma, ele crescerá aprendendo e respeitando os limites da sua casa. Você não quer que seu gato revire o lixo, rasgue seu estofado ou pule constantemente na sua mesa. O treinamento de obediência para gatos manterá seu corpo e mente ativos, ensinará bons comportamentos e aptidões sociais, fortalecendo o laço entre vocês.

Quando for treinar o seu gatinho, é essencial ter vários brinquedos à sua disposição. Se ele começar a fazer algo que não deveria, redirecione a sua atenção para os brinquedos. Ofereça-os para ele como recompensa por evitar um mau comportamento. Ter brinquedos à disposição ajudará a manter o seu gatinho ocupado mental e fisicamente. Você pode ainda espalhar catnip neles para atraí-lo ainda mais para a brincadeira.

Problemas Comportamentais Comuns aos Gatos

Existem vários comportamentos comuns aos gatos que podem ser abordados através de treinamento de obediência, livrando você de enormes dores de cabeça, além de mantê-lo em sintonia com as necessidades do seu gato.

  • Arranhar os móveis
  • Borrifar e urinar
  • Evitar a caixa de areia
  • Agressivo com pessoas ou outros animais
  • Estresse
  • Medo ou ansiedade
  • Comportamentos compulsivos como higienização excessiva, arranhar ou morder excessivamente

Como Treinar um Gato

Se tiver sorte, o seu gato estará disposto e ansioso para aprender os seus comandos. Entretanto, há chances dele ignorar você. Cada gato é diferente e treinar poderá levar a sua paciência ao limite. Certifique-se de passar um pouco do seu tempo, todos os dias, treinando com ele. Caso tenha outros gatos em casa, lembre-se que cada um possui uma personalidade diferente e precisam ser ensinados de forma diferente.

Esteja ciente de que gatos não entendem ou respondem bem a castigos. Castigos muitas vezes farão o seu gato fugir e esconder-se de você, podendo causar estresse, o que poderá gerar problemas de comportamento e saúde. Estimular o bom comportamento com recompensa é muito mais eficaz, e essa recompensa pode vir em forma de elogio e/ou um apetitoso petisco. Este treinamento com base em recompensa ensina o seu gato a associar o bom comportamento com resultados positivos.

Uma das técnicas mais comuns de treinamento é o treinamento com o clicker, que é outra forma de treinamento com base em recompensa. Por exemplo, caso queira ensinar o seu gato a sentar-se, acione o clicker assim que ele se sentar e dê um pequeno petisco. Eventualmente, com um número suficiente, ele aprenderá a associar o clique com comportamento e recompensa.

Mantenha as sessões curtas - os gatos possuem curtos períodos de atenção e ficam entediados rapidamente. Foque em um comando por vez, indo para o próximo, assim que tiver aprendido o primeiro. Pratique os comandos em áreas diferentes da casa para que ele se acostume a responder você em situações diferentes.

Como Abordar o Mau Comportamento do Seu Gato

Podem haver vários motivos por que seu gato está se excedendo - talvez esteja estressado por uma mudança na casa, condição médica ou simplesmente não entendeu que o seu comportamento está errado. Embora você possa pensar que o seu gato não está se comportando por estar chateado ou por estar sendo malvado com você, geralmente não é este o caso.

Redirecionar o comportamento ao invés de castigar possibilitará colocá-lo de volta nos eixos. Ao castigar, ele poderá se sentir ameaçado por você, o que definitivamente poderá levá-lo a mais estresse e maus hábitos. O laço entre vocês ficará prejudicado, caso ele sinta medo de você. Entretanto, ele deve ser alertado sobre quais comportamentos são indesejáveis. Uma maneira de fazer isso é ligar o mau comportamento a algo desagradável. Por exemplo, os gatos têm aversão a certos aromas como perfumes e citros. Você pode embebedar bolas de algodão nesses aromas para manter o seu gato longe de lugares que você não o quer por perto. Lembre-se sempre de elogiar seu gato por bons comportamentos também. Dê um petisco por um trabalho bem feito e ele associará suas ações com suas recompensas.

Artigos Relacionados

Produtos Relacionados