Sinais Que Seu Gato Está de Luto e Como Você Pode Ajudar

Published by
minuto ler

Pouca atenção é dada ao assunto sentimento de luto em gatos, principalmente por que muitas vezes eles são vistos como animais independentes que retêm muito da sua natureza ‘selvagem’. No entanto, os gatos de fato exibem mudanças comportamentais após a perda de um outro gato e às vezes eles podem ser difíceis de entender.

Quando os animais têm laços estreitos, eles ficam mais propensos a ficar tristes com a perda de seu companheiro. Mesmo os gatos que brigam constantemente poderão ficar de luto pela perda de um parceiro de rixa. Embora ninguém nunca saberá se um gato entende a morte, eles certamente sabem que um colega está ausente e que algo mudou na casa. A angústia do dono pela perda de um animal de estimação poderá também ser comunicada ao gato, além da confusão que ele pode estar sentindo.

Sinais de luto

Não há maneiras de prever o provável comportamento do gato com a perda de um companheiro. Alguns gatos não parecem nenhum pouco afetados e, na verdade, alguns até poderão parecer mais felizes quando um colega de casa desaparece. Outros poderão parar de comer e poderão perder interesse em seu ambiente, ficam simplesmente sentados e olhando para o vazio, e parecem ficar deprimidos. Muitos gatos passam por mudanças comportamentais e de personalidade quando um companheiro desaparece.

Embora não tenha havido uma pesquisa ampla sobre o assunto luto felino, uma pesquisa da Associação Americana de Prevenção à Crueldade com Animais descobriu que os gatos comem menos, dormem mais e se tornam mais vocais após a morte de um companheiro. No entanto, nas 160 casas pesquisadas, todos os animais de estimação que perderam um companheiro apresentavam um comportamento normal dentro de seis meses.

Como podemos ajudar?

Há uma série de coisas que você pode fazer para ajudar um gato de luto a superar a perda. Minimizar mudanças dá ao gato tempo para aceitar a perda de um companheiro. Mantenha a rotina do gato igual. Mudanças nos horários das refeições ou até mesmo mudar os móveis de lugar poderão causar ainda mais estresse. Um gato de luto poderá parar de comer. Um gato que para de comer por vários dias corre o risco de contrair uma doença hepática potencialmente fatal chamada lipidose hepática. Estimule-o a comer esquentando um pouco a ração ou colocando água ou suco de carne na ração. Sente com o seu gato durante as refeições para reconfortá-lo. Não fique tentado a trocar dietas para estimular o apetite, já que isso poderá causa irritações digestivas. Se o gato não comer por três dias, busque orientação veterinária.

Mais Tempo Com Seu Gato

Passe mais tempo com o seu gato escovando os pelos, fazendo carinho e brincando. Isto dará um sentimento positivo a quaisquer mudanças na casa que o gato perceba. Não tente substituir um gato desaparecido de imediato. Embora o seu gato possa estar sentindo falta de um companheiro de longa data, ele provavelmente não acolherá um estranho enquanto ainda estiver abalado com a perda. A esta altura, um novo gato simplesmente trará uma fonte de estresse extra. Assim como muitas espécies, passar o tempo cheirando e esfregando no corpo morto do seu companheiro poderá ser uma parte necessária durante o processo de luto. Por isso, seria de grande ajuda trazer o corpo de um gato eutanasiado ao invés de cremá-lo na clínica veterinária. Sempre que ocorrerem mudanças dramáticas de comportamento, o veterinário deverá avaliar o gato para identificar algum problema físico subjacente. Problemas comportamentais não solucionados poderão ser encaminhados para um comportamentalista animal.

Suporte à Perda de Animais de Estimação

Ajudar um gato a superar o luto poderá ser particularmente difícil caso você mesmo está tendo problemas para aceitar a perda do seu gato. Às vezes, ajuda se você compartilhar os seus sentimentos com alguém que sabe, através de experiência pessoal, o quanto angustiante pode ser a perda de um animal de estimação. O Pet Bereavement Support Service é um suporte telefônico confidencial que oferece tal suporte através de uma rede de voluntários treinados para chamados Befrienders. O Suporte Telefônico é operado por duas instituições de caridade, a Blue Cross e a Society for Companion Animal Studies. O Suporte Telefônico opera diariamente das 8:00 às 17:30 com secretária eletrônica fora desses horários.
Para fazer contato, ligue gratuitamente para o telefone: 0800 096 6606
Um coordenador fornecerá os detalhes do Befriender mais próximo. Ref. FelineAdvisory Board - www.fabcats.org

 

Artigos Relacionados

  • O Que o Miado do Seu Gato Realmente Significa

    O ‘miado’ de um gato não é simplesmente um som felino. Na realidade, é um método de comunicação surpreendentemente sofisticado. Os hábitos de vocalização e a voz do gato são individuais assim como a voz de uma pessoa. Você pode ter um gato que mal sussurra ou um que seja extremamente falante. Diferentes raças terão também diferentes sons de miado.
  • A anatomia especializada de seu gato

    Compreender o funcionamento do organismo de seu gato é essencial para lhe oferecer o melhor tratamento. Dedique um minuto para examinar seu animal da cabeça à cauda e descobrir como funciona seu corpo.
  • Arranhando corretamente

    Os gatos arranham e escalam para demarcar o ambiente com seu cheiro e marcações visuais, afiar as garras e alongar-se.
  • Compreendendo as gatas no cio

    Se sua gata já passou por um cio, você jamais se esquecerá dos berros e da constante demanda por atenção. Caso ela seja impedida de copular, o cio será algo frustrante e desconfortável para vocês dois.

Produtos Relacionados