Alimentando Diversos Gatos: Montando uma Estação de Alimentação

Published by
minuto ler

Diversos gatos trazem bastante alegria para uma casa, mas também trazem desafios quando se trata de alimentação. Aqui seguem algumas dicas para que seja levada consideração caso esteja tomando conta de mais de um gato.

Kitten Group
De modo geral, na maioria das casas com diversos gatos, a melhor abordagem é alimentar com alimentação individual. 

Isso fica principalmente evidente quando alguns gatos precisam ser alimentados com um tipo específico de ração, como a Hill’s® Prescription Diet®. A alimentação disponível em tempo integral pode ser problemática em situações com diversos gatos, principalmente por não ser fácil monitorar o apetite e ingestão de alimentos de cada gato. Isso fará com que fique mais difícil descobrir quando o seu gato não está se sentindo bem. Além disso, gatos autoritários poderão bloquear o acesso a tigelas de comida e protegê-las dos gatos mais tímidos ou fazer com que os gatos mais tímidos saiam da tigela antes de terminarem de comer. Conflito entre os gatos quase sempre é sutil - gatos se comunicam basicamente através de contato visual, expressões faciais e linguagem corporal.

Montando um posto de alimentação

Cada gato poderá ser alimentado em um cômodo separado da casa com as portas fechadas. De modo geral, utiliza-se um cronograma de alimentação convencional, sendo dado a cada gato um limite de tempo para comer (20 a 30 minutos, por exemplo). A água fica disponível em diversos lugares o tempo inteiro.

Existem maneiras de alimentar gatos acima do peso de modo diferente de seus companheiros mais magros. Por exemplo, um trinco com corrente pode ser colocado em uma das portas de um cômodo permitindo que a porta fique aberta o suficiente para o gato magro passar, mas não o gato acima do peso. De outra forma, o gato magro pode ser alimentado em uma superfície mais elevada, como uma prateleira ou armário, onde o gato acima do peso não consegue pular. Pode-se ainda usar um portão de proteção para bebês em cômodos separados caso o gato acima do peso não consiga pular a barreira.

Postos de alimentação podem ser caseiros utilizando uma caixa organizadora de plástico com uma porta para gatos operada pelo próprio microchip do gato. Também estão disponíveis postos de alimentação comerciais. A ração pode ficar sempre disponível no posto  de alimentação se recomendado pelo seu veterinário ou pode-se utilizar um plano de alimentação por refeição. Outra opção é utilizar um comedouro com temporizador dentro da estação de alimentação.

Independentemente do plano de alimentação escolhido, é importante consultar o seu veterinário sobre a quantidade de calorias que seu gato deve consumir por dia. Se for escolhido um plano com alimentação disponível em tempo integral ou alimentação com combinação, é importante que o volume de ração oferecida não ultrapasse o total de calorias requeridas para todos os gatos todos os dias.

Alimente a maior parte da porção diária de ração quando os membros da sua família estiverem em casa. Isso diminuirá a chance do seu gato implorar por comida. Tigelas de ração cheias não devem ficar disponíveis quando ninguém estiver em casa.

Artigos Relacionados

Produtos Relacionados