Como treinar seu gato - Sim, isto é possível

Publicado por Erin Ollila
Tempo de leitura

Ao aprender como treinar o seu gato, você começará com primeiros passos muito básicos, que recompensam o bom comportamento e desencorajam o mau. Mas você pode treinar um gato da mesma forma que treina um cachorro? Sim e não. Por serem animais altamente independentes, os gatos podem parecer indiferentes ou desinteressados ​​em seguir seus comandos. Isso não significa que você não pode influenciar o comportamento deles. Se você for paciente e consistente, seu novo gatinho, ou gato mais velho, pode ser treinado rapidamente.

O que você deseja treinar?

Primeiro, determine o que você gostaria que seu gato aprendesse e, em seguida, avance em direção a eles de pequenas maneiras a cada dia. Antes de começar a treinar seu gato, no entanto, considere quais comandos você usará e quais tipos de ações comportamentais você deseja que ele aprenda. Pense no que você pode ter se perguntado no passado: como treinar seu gato para usar a caixa de areia? Como deixar seu gato calmo nas idas ao consultório veterinário e coisas do gênero? Como você pode ensiná-lo a parar de arranhar seus tapetes ou móveis? Essas são todas as opções que você pode trabalhar durante o treinamento.

Alguns objetivos comuns incluem:

  • Treinar em casa com a caixa sanitária.
  • Vir até você quando chama ou gesticula.
  • Ficar calmo e quieto para se preparar.
  • Interagir com você, outras pessoas ou outros animais.
  • Brincar com brinquedos, com você ou com outro gato.
  • Viagem tranquila (entrar na transportadora e andar no carro).

Existem muitas razões importantes para aprender por que e como treinar seu gato. Mas, acima de tudo, ensiná-lo a se comportar de certas maneiras o ajudará a se tornar social e contente com humanos e outros animais. O treinamento também é importante para o seu próprio bem-estar. Se o seu gato aprender a ficar calmo durante o corte das unhas ou durante uma viagem, não haverá ansiedade para ele ou para você. Quanto mais educado seu gato for, melhor será seu relacionamento.

Mantenha cada 'sessão' curta e natural

Tendo determinado as lições que você e seu gato irão dominar, é hora de começar a trabalhar. Em primeiro lugar, a capacidade de atenção do seu gato é menor que a sua; você não pode esperar que ele continue interessado toda vez que você estiver pronto para ser o treinador. Deixe a lição ditar por quanto tempo ele está disposto a ficar em sua companhia.

Como alguns gatinhos começam a treinar o uso da caixa sanitária rapidamente, depois de ver sua mãe usá-la, esse tipo de treinamento pode ser breve. No entanto, você ainda pode precisar levá-lo de volta à pequena caixa nos estágios iniciais para lembrá-lo de onde ela está. Se você estiver treinando seu gatinho para brincar com seus brinquedos (e com você), no entanto, as aulas podem ser mais graduais. Os gatos geralmente preferem explorar novos brinquedos por conta própria, o que significa que seu papel deve ser respeitar o espaço dele, permanecendo acessível durante a exploração. Então, quando ele se familiarizar com um novo item, você pode participar.

Comece aos poucos

Se você está animado para treinar, talvez possa querer começar e ensinar tudo de uma vez ao seu gato. Para ter sucesso, porém, é melhor praticar uma lição de cada vez. Depois que seu gato tiver dominado tudo o que foi ensinado, você pode passar para o próximo exercício de treinamento. Ao trazer um novo gatinho para casa, por exemplo, você pode querer treiná-lo na caixa sanitária imediatamente. Quando terminar, você pode trabalhar na interação com outros animais de estimação, acalmar a escovação e assim por diante.

Não o limite a uma área

Depois que seu gato aprender um comando, pratique-o em diferentes áreas de sua casa. Se você estiver apresentando um gatinho a outros animais de estimação e apenas os reunir na sala de estar, ele pode acreditar que o outro animal só existe naquele espaço. Isso não é um problema se o seu outro animal for um peixe. Mas se o seu gatinho estiver encontrando um cachorro, ele precisa entender que o encontrará em outras áreas também.

Assim como o treinamento da caixa sanitária, alguns tipos de treinamento podem exigir o uso de diferentes áreas de sua casa. Se você estiver treinando um gato em casa, às vezes é necessário ter mais de uma caixa sanitária disponível. Evitar que ele arranhe carpetes e móveis também exigirá uma lição mais abrangente, pois ele encontrará esses itens em mais de um cômodo.

Envolva outras pessoas

Mother and son playing with large orange tabby cat on the kitchen floor at home.

Se os únicos dois residentes forem você e seu gato, não precisa se preocupar muito em envolver outras pessoas no processo de treinamento. Mesmo assim, talvez você deseje que seu gato aprenda a ser sociável e não territorialista. Então, logo após trazer seu gato para casa, convide amigos ou familiares para se socializarem com seu novo animal de estimação. Apenas lembre-os de não serem muito precipitados na apresentação. Assim como você treina em curtos espaços de tempo, você deve permitir que seu animal de estimação tenha a mesma liberdade.

Se você está trazendo um gatinho para uma família maior, é ainda mais importante envolver todos no processo de treinamento. Afinal, ele verá esses rostos familiares diariamente! Todos devem ter clareza sobre os objetivos do treinamento e quais métodos serão empregados para ter sucesso.

Use um sistema de recompensa

Recompensas para reforçar o bom comportamento são grandes motivadores, especialmente durante o treinamento. Existem dois tipos de recompensas para o seu novo amigo peludo testar. Primeiro, saiba que ele gostará de qualquer elogio positivo que você tenha para compartilhar. Fale com uma voz amável e otimista e lembre-o de como você está orgulhoso. Diga: "que bom menino" ou "bom trabalho!", enquanto acaricia ou coça seu pelo. Assim ele saberá que esses gestos têm boas intenções.

Os gatos também respondem bem às guloseimas. Recompense-o com pequenos croquetes de ração para gatos Science Diet® quando ele dominar corretamente os comandos nos quais você está trabalhando. Uma maneira de fazer isso é usar um sistema "clicker". Quando seu gato apresentar o comportamento ou ação corretos, use uma ferramenta que faça clique e, em seguida, dê a ele uma guloseima que indique um trabalho bem feito. Ouvir esse ruído cada vez que ele faz um trabalho bem feito reforçará o bom comportamento que você espera dele.

Se não estiver funcionando

O treinamento não acontece durante a noite, e às vezes seu gato comete um erro. Você pode treinar um gato para se recuperar dele? Claro, mas antes de começar, você deve bolar um plano para corrigi-lo ou orientá-lo quando ele parecer relutante em entender. A punição não funciona bem quando você está tentando treinar um gatinho, porque ele simplesmente não entende por que está com problemas. Na verdade, isso poderia torná-lo pior e mais recluso.

Você nunca daria um tapa, sacudiria ou corrigiria fisicamente seu gatinho durante o treinamento, mas não se esqueça de manter sua voz calma. Se o seu gato se sentir ameaçado, não apenas o treinamento começará a falhar, mas ele apenas aprenderá a ter medo de você.

Se você precisar redirecionar o mau comportamento (como arranhar a mobília), tente fazer um barulho rápido e agudo. Também ajudará se você disser a mesma frase todas as vezes. O objetivo é deixar seu gato alerta e distraí-lo da ação ou comportamento atual. Evite palavras que você usa regularmente, como "não!" ou "ei!", pois seu gato ficará confuso ao ouvir isso em um contexto diferente.

Aprender como treinar seu gato pode ser uma experiência divertida para toda a sua família. Lembre-se de ser paciente e positivo. Assim, ambos chegarão lá.

Contributor Bio

Erin Ollila Contributor Bio Image

Erin Ollila

 

Erin Ollila é uma entusiasta de animais de estimação que acredita no poder das palavras e em como uma mensagem pode informar - e até transformar - o público-alvo. Seus trabalhos podem ser encontrados em toda a internet e impressos, e incluem entrevistas, trabalhos como ghost writer, postagens em blogs e não-ficção criativa. Entre em contato com ela no Twitter @ReinventingErin ou saiba mais sobre ela em http://erinollila.com.

 

Artigos Relacionados

Produtos Relacionados