Meu Cão Está Letárgico: Quais São As Causas E Como Ajudar

Published by
minuto ler

Seu cão está mais quieto, parecendo cansado ou recusando-se a brincar como antes? É provável que ele não esteja simplesmente agindo como preguiçoso! Um cachorro cansado ou que mostra sinais de intolerância a exercício pode ter uma doença por trás dessa mudança de comportamento, como por exemplo, uma cardiopatia. Caso seu cão esteja em estado de letargia ou menos ativo do que o normal, é importante prestar atenção nas dicas a seguir. Continue lendo este artigo para entender por que seu cão está agindo dessa forma e o que você deve fazer a respeito. 

Possíveis causa de letargia 

Brown dachshund with orange flying disc in mouth, running in park.

É normal que alguns cães diminuam um pouco sua agitação após atividades de grande esforço. Por exemplo, seu cão pode querer passar um ou dois dias dormindo mais que o normal após um longo dia brincando no parque ou após uma caminhada mais intensa. No entanto, esse cansaço excessivo não deve ser ignorado. A intolerância ao exercício pode ser um aviso para problemas importantes, como, por exemplo, doenças cardíacas. Mas, podem também sinalizar outras alterações, que vão desde distúrbios leves, como dores musculares, até condições graves, como insuficiência cardíaca congestiva. O Vets Nows (site em Inglês) lista alguns motivos potenciais para  a prostração de seu animal:

  • Infecções
  • Cardiopatias
  • Hepatopatias
  • Diabetes ou hipoglicemia 
  • Hipotireoidismo 
  • Parasitas
  • Efeitos colaterais de medicações
  • Envenenamento ou trauma 


O site de serviço de caminhadas e aconselhamento de cães, Wag! (site em Inglês), acrescenta que intolerância a exercícios combinada a outros sintomas - como falta de apetite, tosse ou desmaio - pode também ser sinal de hipertensão pulmonar (alta pressão sanguínea nos pulmões) ou outra doença cardiovascular. 

Sinais de intolerância a exercícios e letargia em cães

Normalmente é fácil saber se seu cão está mais prostrado. Sono excessivo, pouca energia, falta de excitação e reflexos atrasados são evidentes sinais de um cão letárgico, segundo a Vetinfo (site em Inglês). A intolerância ao exercício pode ser de mais difícil percepção, especialmente se você não tem o hábito de caminhar ou brincar com seu cão regularmente. Em casos mais leves, diz a Wag! (site em Inglês), seu pet pode simplesmente não querer andar ou brincar tanto como normalmente fazia. Tosse, respiração ofegante ou dificuldade para respirar após atividade física podem também indicar intolerância ao exercício. Os casos mais extremos podem envolver confusão mental, desorientação, esquecimento do local onde está habituado a urinar e defecar, aumento da temperatura corporal, instabilidade e até mesmo desmaio.

O que você deve fazer para ajudar

Caso perceba que seu cão está letárgico e intolerante aos seus níveis normais de atividade, é importante não forçá-lo a correr. Siga seu ritmo e deixe-o parar de brincar quando quiser ou encurte sua caminhada quando necessário. Fique atento caso haja agravamento dos sintomas. Se você notar qualquer comportamento preocupante, contate seu veterinário imediatamente. Mas, caso seu pet não apresente outros sintomas, espere um ou dois dias e se, após esse período, seu comportamento não melhorar, ou ainda, se houver piora da sua condição, procure seu veterinário. Em casos mais extremos, como desmaio ou colapso, leve-o imediatamente a uma clínica veterinária para um atendimento emergencial.

Diagnosticando seu cão

Older yellow lab lying in green grass.

Uma vez no veterinário, seu cão será examinado minuciosamente. O veterinário irá procurar sinais de claudicação, lesão ou dor, assim como possíveis tumores. Também realizará exames de sangue e urina para se certificar se existem outras doenças. É provável que seu animal faça um exame de eletrocardiograma para verificar a atividade elétrica do coração e realize radiografias de tórax para examinar seu coração e pulmões. Seu veterinário pode ainda recomendar outros exames de imagem como ultrassom, tomografia computadorizada ou ressonância magnética, que vão auxiliar no diagnóstico final. Você pode ajudar a obter um diagnóstico correto fornecendo ao veterinário uma lista de todas as medicações que seu animal utiliza, contar os detalhes sobre sua dieta e estilo de vida, mencionando quaisquer sintomas ou mudanças que você notou em seu pet.

O que fazer após o diagnóstico

Letargia e intolerância a exercícios indicam que há um problema, mas não uma condição em si. O tipo de cuidado necessário para seu cão dependerá da doença com a qual ele foi diagnosticado. Dependendo da avaliação do veterinário, seu animal pode se recuperar e voltar às suas atividades habituais. Mas, a cardiopatia, assim como outras doenças progressivas, pode exigir mudanças em seus exercícios e outras atividades pelo resto da vida de seu pet. Converse com seu veterinário sobre a condição de seu melhor amigo e como realizar atividades físicas com segurança.

Alternativa aos exercícios

Caso seja recomendado que seu cão não realize atividades e exercícios intensos, o controle de peso pode se tornar desafiador, já que o excesso de peso pode agravar algumas doenças. Dependendo do diagnóstico e do plano de tratamento de seu pet, o veterinário pode indicar um alimento coadjuvante especial para suas novas necessidades. Caso contrário, procure-o para obter orientações dietéticas para evitar que seu animal ganhe peso na ausência de atividades físicas. Garantir que seu animal está comendo um alimento indicado para sua idade também pode auxiliar no controle de peso. A nutrição adequada é vital. Se seu cão não está recebendo os nutrientes corretos que precisa para manter seus níveis de energia altos, isso pode ser um fator que contribui para letargia. Sempre busque auxílio veterinário para as recomendações nutricionais do seu animal.

Considerações de idade

É normal que os cães diminuam um pouco seu nível de atividade à medida que envelhecem. Problemas articulares, ganho de peso e, simplesmente, ficar mais cansado com o avanço da idade são fatores que podem fazer com que um cão mais velho seja menos ativo. Cães idosos são mais suscetíveis a algumas doenças que causam letargia e intolerância ao exercício. Mas, independente da idade do seu cão, se você notar que ele está mais cansado, é importante não atribuir isso apenas ao seu envelhecimento. Esses são sinais de alerta que nunca devem ser ignorados.  

O nível de atividade de um cão pode ser um forte indicador de sua saúde. Por isso, é importante prestar muita atenção e saber o que é normal para seu animal, para que você possa reconhecer quando ele muda seu comportamento. Se você não tem o hábito de brincar ou passear com seu pet, comece a fazê-lo para se familiarizar com seu nível normal de atividade. Agir rapidamente quando seu cão está letárgico pode ser decisivo para o diagnóstico precoce de doenças e melhorar as chances de seu animal viver uma vida feliz e saudável.

Author

Jean Marie Bauhaus

Artigos Relacionados

Produtos Relacionados