Informações Sobre a Raça e Características da Personalidade do Yorkshire Terrier

 

O Yorkshire terrier é enérgico, corajoso e dominador, mas também afetuoso. É considerado um bom cão de apartamento, mas pode ser teimoso com o treinamento de banheiro.

Yorkshire Terrier Num piscar de olhos

The Yorkshire Terrier Dog Breed

Yorkies são sensíveis ao frio e tendem a ter calafrios, então devem ser adequadamente protegidos.

Tamanho:

Faixa de Peso:

Macho: 2,27 - 3,17 kg 

Fêmea: 2,27 - 3,17 kg

Altura na Cernelha:

Macho: 22,86 cm

Fêmea: 20,32 cm

Características:

Dorso longo, orelhas eretas (naturalmente)

Expectativas:

Necessidade de Exercícios: <20 minutos/dia

Nível de Energia: Altamente enérgico

Faixa de Longevidade: 14-16 anos

Tendência a Babar: Baixa Tendência a Roncar: Baixa 

Tendência a Latir: Alta

Tendência a Cavar: Baixa Necessidade Social/de Atenção: Moderada

Criado Para:

Caçador de parasitas pequenos

Pelagem:

Comprimento: Longo

Características: Liso

Cores: Azul e castanho

Cuidados com a Higiene: Alto

Reconhecimento do Clube:

Classificação do AKC: Toy

Classificação do UKC: Cão de Companhia

Prevalência: Comum

Yorkshire terriers estão entre os menores cães, tendo apenas 15,24 ou 17,78 centímetros de altura e podem pesar desde duas até 3,18 quilogramas.

A cabeça é pequena e o focinho é de comprimento médio. As orelhas são em formato de v, de inserção alta, e portadas eretas. O corpo é compacto com o dorso nivelado.

A característica mais notável do Yorkshire terrier é a sua pelagem, que é longa, fina e lisa. O pelo é de cor azul metálico no corpo e cauda, e em todo o restante é castanho. A cauda costuma ser cortada na metade do comprimento natural. Pelo longo no topo da cabeça é outra característica e costuma ser amarrado para cima com uma fita, dando uma aparência alegre ao cão.

Yorkshire Terriers vivem por volta de 12 a 15 anos.

Personalidade:

O pequeno tamanho do Yorkshire terrier contradiz sua verdadeira personalidade, que é enérgica, corajosa — e dominadora. Yorkies são afetuosos, mas eles também querem muita atenção; a raça é uma boa escolha para alguém que quer se dedicar totalmente a um cão.

Yorkshire terriers são excelentes cães de guarda. Mas podem se irritar com outras crianças se não forem tratados com respeito ou gentileza. Alguns podem até ser agressivos com outros animais pequenos, mas alguns Yorkies vivem pacificamente com outros cães e até mesmo gatos.

Yorkshire terriers podem latir bastante, mas é possível treiná-los para não latirem excessivamente. Alguns também podem ser teimosos com o treinamento de banheiro.

Morando Com:

Por serem tão pequenos, Yorkshire terriers não precisam de muito espaço para se exercitarem. Também podem ser treinados com papel; consequentemente, são ótimos cães de apartamento, mas também gostam de caminhadas ao ar livre.

Yorkshire terriers perdem pouco pelo, mas sua pelagem requer cuidados regulares para ficar em boa forma e bom aparência bonita. Se for cortado, precisa ser escovado ou penteado pelo menos toda semana. Se a pelagem é mantida longa, muitas horas de cuidado são necessárias e tosa profissional de tempo em tempo também.

A raça é sensível ao frio e propensa a ter calafrios, então os Yorkies precisam ser protegidos contra o mau tempo. Se sair para caminhar no frio, vai precisar de um casaco quentinho.

História:

O Yorkshire terrier foi desenvolvido em Yorkshire, Inglaterra, durante a era Vitoriana. Acredita-se que a raça descende de vários outros terriers incluindo o Maltês, Manchester preto e castanho, e Dandie Dinmont terrier além de algumas raças já extintas como o Clydesdale terrier.

Outras informações históricas sobre a raça são incertas ou conflitantes. Alguns acreditam que os cães foram criados por trabalhadores no Norte da Inglaterra que não podiam manter cães grandes com facilidade, mas que ainda assim queriam um companheiro corajoso. Outros relatam que o Yorkie foi desenvolvido para capturar ratos que infestavam os poços das minas e como um cão para entrar no buraco de texugos e raposas. Existe uma outra teoria de que Escocêses trabalhando nos moinhos de lã de Yorkshire desenvolveram a raça.

Os Yorkshire terriers originais eram maiores do que os de hoje. Através de cruzamento seletivo, os cães foram miniaturizados e se tornaram um cão da moda para se ter. Nos Estados Unidos, a raça apareceu pela primeira vez as exibições no fim dos anos 1800. Hoje, o Yorkie é principalmente um companheiro mimado e cão de colo.

Artigos Relacionados