Gerenciando Insuficiência Renal em Cães

$authorText
minuto ler

A insuficiência renal em cães pode parecer um diagnóstico devastador. Se o seu veterinário lhe disse que seu cão tem um problema renal que pode acabar em insuficiência renal um dia, não perca as esperanças. Dependendo das circunstâncias, esse dia pode estar mais distante do que você pensa. Com essa observação em mente, aqui estão algumas coisas que você deve saber.

Identificação de insuficiência renal em cães

A insuficiência renal em cachorro é o resultado final de qualquer uma das várias doenças que podem afetar os rins e órgãos relacionados. Tecnicamente, ocorre quando os rins não conseguem mais desempenhar com eficiência sua função, que é filtrar as toxinas, manter um equilíbrio eletrolítico normal, regular a hidratação e secretar os hormônios necessários para a produção de glóbulos vermelhos.

Existem dois tipos amplos de insuficiência renal em cães:

  • Insuficiência renal aguda: quando a função renal diminui repentinamente (em horas ou dias), o processo é denominado agudo. A insuficiência renal aguda em cães está mais comumente associada a infecções e toxinas.
  • Insuficiência renal crônica: quando a perda da função é mais gradual (ao longo de semanas, meses ou anos), é chamada de insuficiência renal crônica. A causa mais comum de insuficiência renal crônica em cães é a degeneração associada ao declínio geriátrico. Todos os rins têm seu próprio tempo de vida natural, mas os rins de alguns cães se deterioram mais rapidamente do que outros.

Uma das diferenças mais notáveis ​​entre a insuficiência renal aguda e a crônica é que a insuficiência renal aguda é reversível se tratada precocemente e agressivamente, enquanto a insuficiência renal crônica só pode ser controlada.

Young Basenji dog sleeping on a sofa covered in a green blanket

As Causas da Insuficiência Renal

A insuficiência renal é, em última análise, causada por qualquer doença que afeta os rins. Entre elas estão:

  • Infecções bacterianas, como a leptospirose, segundo os relatórios do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, podem ser transmitidas bebendo ou nadando em água contaminada. Essa infecção pode levar à inflamação dos rins e consequente destruição das células renais.
  • A toxicose, ou envenenamento dos rins, causa danos nas células renais. Ocorre quando seu cão ingere drogas (como ibuprofeno) ou venenos (como anticongelante ou uvas). O Animal Poison Control Center da ASPCA lista esses e outros itens domésticos comuns que devem ser mantidos fora do alcance do seu cão.
  • Doença congênita: doenças hereditárias podem levar a uma função renal anormal. O Merck Veterinary Manual inclui uma lista dessas doenças congênitas, de cistos a agenesia (nascer sem um ou ambos os rins).
  • Degeneração geriátrica: quando os rins envelhecem, suas células podem declinar e morrer. Esta é, de longe, a causa mais comum de doença renal em cães.

Sintomas de insuficiência renal em cães

Os sinais mais comuns de insuficiência renal em cães incluem:

  • Vômito
  • Aumento de consumo de líquido e aumento de urina
  • Letargia
  • Perda de peso
  • Membranas mucosas pálidas na boca e em outros lugares

A gravidade dos sinais clínicos associados à doença renal pode variar dependendo da apresentação (aguda ou crônica), da extensão em que a perda da função renal progrediu e da causa subjacente. Seu veterinário pode determinar se esses sinais apontam para um problema renal ou outro problema, como diabetes mellitus.

Tratamento da insuficiência renal em cães

O tratamento da insuficiência renal varia de acordo com a causa subjacente e a condição geral do paciente canino. Cães gravemente enfermos de insuficiência renal aguda podem precisar de hospitalização e cuidados intensivos para se recuperar. Para casos mais leves, antibióticos, fluidos e outros medicamentos administrados em ambulatório podem ser eficazes. A diálise é até uma possibilidade para alguns poucos sortudos cujos tutores podem pagar o alto custo do tratamento.

No caso de insuficiência renal crônica em cães, o tratamento geralmente se concentra em retardar a progressão da doença e melhorar a qualidade de vida do paciente. Tratamentos de anemia, alterações da pressão arterial, distúrbios eletrolíticos, desequilíbrios de fluidos, náuseas e alterações do apetite são normalmente necessários. A maioria desses sinais é controlada por meio de mudanças na dieta e medicação. Os pets, às vezes, podem ter uma boa qualidade de vida por anos após o diagnóstico de insuficiência renal.

Small fluffy dog urinating on wooden post

Prevenindo Insuficiência Renal

Visto que a insuficiência renal crônica em cães é mais comumente o resultado de degeneração geneticamente predeterminada e relacionada à idade, ela não é considerada evitável. No entanto, exames físicos regulares e exames de bem-estar podem aumentar as chances do seu cão de diagnóstico e tratamento precoces.

A insuficiência renal aguda, entretanto, é considerada evitável em muitos casos. A vacinação contra doenças infecciosas, como a leptospirose, por exemplo, pode ser altamente eficaz. Manter o ambiente livre de potenciais toxinas, como anticongelante; tendo cuidado com uvas e passas; e manter todos os medicamentos humanos fora do alcance dos cães também é importante.

Entendendo o risco do seu cão

O momento da degeneração renal provavelmente está relacionado à genética do cão. Consequentemente, a insuficiência renal crônica em cães é efetivamente pré-programada para ocorrer em uma determinada idade. No entanto, nenhuma predisposição específica para raças é conhecida. Certas doenças renais que podem levar à insuficiência renal em cães, entretanto, podem afetar de forma desproporcional raças específicas.

  • Os cães Basenji são especialmente afetados pela síndrome de Fanconi, que interrompe a absorção de eletrólitos.
  • Os cães Bernese podem sofrer de uma doença congênita dos rins chamada glomerulonefrite.
  • Collies, Pastor-de-shetland e Pastores Alemães podem ser afetados pelo lúpus, uma doença autoimune que afeta os rins e outros órgãos.
  • Shar-Peis pode sofrer de uma doença renal conhecida como amiloidose renal familiar.

Pode ser difícil determinar com antecedência quais cães sofrerão dessas condições. Novos exames de sangue, no entanto, agora estão ajudando a identificar precocemente a doença renal em cães e gatos, às vezes, até muitos anos antes que os sinais se tornem evidentes. Um teste chamado SDMA (que segundo a IDEXX, tem o nome de dimetilarginina simétrica, um marcador genético para a função renal) agora é considerado muito comum. Muitos veterinários consideram isso parte de sua avaliação anual de bem-estar. Pergunte ao seu veterinário se este teste está disponível para o seu cão na sua próxima consulta.

O papel da nutrição

A nutrição tem sido um dos pilares do tratamento da insuficiência renal em cães. Como a manutenção do equilíbrio eletrolítico e o gerenciamento das proteínas do sangue são partes cruciais do papel dos rins, alterar os nutrientes na dieta de um cão pode facilitar a função renal. Todos os tutores cujos pets sofrem de doença renal devem conversar com seu veterinário sobre a dieta terapêutica ideal e quaisquer suplementos nutricionais adicionais que possam ser necessários.

Os tutores têm mais opções do que nunca no que diz respeito ao tratamento e gerenciamento da insuficiência renal. Dados os avanços na nutrição e nos medicamentos, a longevidade dos pacientes renais veterinários está definitivamente aumentando. Com a ajuda do seu veterinário, uma vida longa para o seu filhote é uma possibilidade.

Contributor Bio

Dr. Patty Khuly

A Dra. Patty Khuly é graduada com honra pelo Wellesley College e pela Escola de Medicina Veterinária da Universidade da Pensilvânia. Ela recebeu seu MBA na The Wharton School of Business como parte do prestigioso programa de diploma duplo VMD / MBA. Ela agora é a orgulhosa proprietária da Sunset Animal Clinic em Miami, Flórida. Mas isso não é tudo. Ela é uma leitora nerd, tricoteira, fanática por yoga, geek da música, corredora e amante de comida infatigável. Ela mora no sul de Miami com três cães, incontáveis ​​gatos, duas cabras resgatadas e um bando de galinhas hilárias.

Você pode acompanhar sua escrita em DrPattyKhuly.com e em SunsetVets.com.

Artigos Relacionados