As Fases De Vida Dos Gatos: Como Fornecer O Melhor Cuidado Para Seu Gato Em Qualquer Idade

Publicado por:
minuto ler

Quais são as fases de vida dos gatos? Com certeza, você pensou em: filhotes, adultos e idosos. Você também pode pensar que, uma vez que o gato atinge a idade adulta, não há muitas diferenças entre seus cuidados quando comparados aos mais jovens. Se esse é seu caso, ficará surpreso ao saber que, de acordo com a instituição de caridade International Cat Care, gatos passam por estágios de vida distintos, todos com suas particularidades de manejo e alimentação. Como cuidar de gatos em suas diferentes fases? Continue lendo este artigo para identificar em qual estágio seu gato está e como você pode fornecer o melhor cuidado e alimentação para sua idade. Lembre-se que alguns gatos amadurecem mais rapidamente que outros, então é importante consultar seu veterinário para garantir que seu gato esteja recebendo a nutrição correta à medida que cresce.

Cuidados Com Gatos Filhotes (De 0 A 6 Meses)

Small orange tabby kitten sleeps on a green blanket.

Um filhote é o equivalente a um bebê. No entanto, esses animais crescem e se desenvolvem muito mais rápido que humanos. Durante os primeiros 6 meses de vida, o filhote fará rapidamente a transição de estágios semelhantes aos de uma criança - do recém-nascido à criança, da pré-escola à adolescência. 

  • Aparência: é fácil reconhecer um filhote. Eles se parecem exatamente com o que são: pequenos filhotes de gatos. Nascem com orelhas e rabo mais curtos que crescem e se tornam mais proporcionais ao corpo à medida que amadurecem.
  • Comportamento: filhotes estão em constante aprendizagem e descoberta do mundo ao seu redor. No começo, são impotentes, dependem completamente de da mãe e da ajuda dos humanos em todos seus aspectos de cuidado e proteção. À medida que crescem e desenvolvem novas habilidades para explorar o ambiente, são movidos pela curiosidade. Esse cenário - a falta de medo combinado ao excesso de energia - torna os filhotes indisciplinados e propensos a fazer travessuras.
  • Cuidados e disciplina: normalmente quando você adota um filhote, ele será completamente desmamado e comerá alimentos sólidos. Também será capaz de escalar, pular, brincar e entrar dentro das coisas, e precisará aprender que alguns objetos e atividades não são boas opções. Filhotes exigem muita paciência e supervisão. Antes de pegar esse gatinho, você precisará protegê-lo da sua casa, bloqueando aberturas de ventilação e outros lugares perigosos em que ele é pequeno o suficiente para escalar ou engatinhar. Coloque fios e cabos elétricos fora do alcance, mova as plantas para onde não pode alcançar e proteja as janelas e portas para impedir que fuja.

Em geral, os filhotes devem ter recebido suas primeiras vacinas quando tiverem idade suficiente para serem adotados e estarão prontos para o reforço perto de 4 meses de idade. Consulte seu veterinário para entender qual o melhor momento para realizar a castração, além de seu calendário de vacinação e avaliação física de seu animal. Ele ainda pode determinar os melhores métodos para controle de pulgas e outros parasitas.

Seu novo filhote precisará ser treinado para usar a caixinha de areia, mas o conceito é tanto instintivo quanto algo que ele aprende com sua mãe, portanto, o treinamento consiste, principalmente, em acostumá-lo à caixa e, gentilmente, lembrá-lo de ir até ela, colocando-o quando você achar que ele precisa utilizá-la. Além disso, o treinamento desse filhote se concentra principalmente em incentivar a socializá-lo com as outras pessoas e animais da casa, estabelecer as regras e limites.

  • Necessidades nutricionais: filhotes precisam uma quantidade adequada de proteína  para apoiar seu crescimento e desenvolvimento. Sem a qual esse processo pode ser retardado e problemas de saúde, desenvolvidos. Devem ser alimentados com rações de alta qualidade, especialmente formuladas para sua fase de vida, que irá assegurar seu crescimento corpóreo saudável. Eles podem ainda ser alimentados com refeições menores com maior frequência ao longo do dia para acompanhar seu rápido metabolismo, diferente de um gato adulto. Mas lembre-se de ajustar essa alimentação à medida que ele cresce para evitar sobrepeso e obesidade.

Cuidados Com Gatos Filhotes Para Jovens Adultos (De 6 Meses A 2 Anos)

Essa fase é o equivalente à adolescência e, durante ela, o gato perde sua aparência infantil atingindo sua maturidade física e sexual. Também irá perder sua personalidade de filhote e demonstrar um comportamento característico de sua idade.

  • Aparência: à medida que sai da fase de filhote, ainda pode passar por uma fase estranha, com surtos de crescimento que deixam uma aparência longa e magra.
  • Comportamento: essa é uma fase de transição da vida dos gatos, durante a qual eles devem ficar cada vez mais tranquilos e aprender a se comportar como gatos adultos, deixando de lado as travessuras de um filhote. Quando chegar aos 18 meses, provavelmente, estará muito mais calmo.
  • Cuidados e disciplina: o calendário de vacinação estabelecido com seu veterinário deve ser respeitado. Conforme ele cresce, e deixa de lado seu comportamento de filhote, precisará de menos supervisão. O treinamento nessa fase é geralmente através do reforço das regras e limites, além da socialização.
  • Necessidade nutricionais: com um ano de idade, será o momento de realizar a transição alimentar de uma ração de filhotes para uma ração de adultos. É importante incentivar a alimentação tanto com rações secas quanto úmidas. E a fórmula para adultos atende todas as suas necessidades nutricionais. Não é incomum que nessa fase os gatos ganham peso após castração, portanto é necessário monitorar a quantidade de alimento oferecida para garantir que não seja em excesso. Seu veterinário deve orientá-lo sobre as mudanças em seu gato após o procedimento e se algum manejo deve ser alterado.

Cuidados Com Gatos Adultos (3 A 6 Anos)

Nesta fase seu gato está no auge de sua vida - o equivalente a um humano na casa dos vinte a trinta anos.

  • Aparência: nesta fase, o gato estará no auge de sua saúde e aptidão física. Com seu tamanho e altura máximas, mas não com sobrepeso. Seu corpo deve ser esbelto e seus pelos, saudáveis e brilhantes.
  • Comportamento: nesse estágio, seu gato já deve ter demonstrado seu real temperamento de adulto, que pode variar entre os animais. Exceto o desenvolvimento de qualquer doença ou distúrbio que altere o comportamento, essa é a personalidade que ele terá pelo resto de sua vida. Deve ser ativo, brincalhão e com suas rotinas e território bem estabelecidos.
  • Cuidados e disciplina: apesar de estar no auge de sua saúde, os cuidados com o gato adulto devem envolver checkups regulares de saúde. A essa altura, ele deve estar totalmente disciplinado, mas às vezes possa testar limites e precisar ser gentilmente lembrado das regras. Se um gato não tiver superado um comportamento problemático nesse estágio, talvez seja necessário consultar um adestrador profissional para ajudar na correção dessas atitudes e checar com seu veterinário para garantir que não haja nenhuma causa médica associada. Caso opte por adotar um gato adulto, você ainda pode discipliná-lo. Diferente dos cães, esses animais são mais independentes por natureza. Por isso, pode parecer difícil de corrigi-lo, mas é definitivamente possível. Portanto, seja paciente.
  • Necessidades nutricionais: nesta fase, seu gato pode continuar com o alimento específico para adultos, salvo quaisquer considerações especiais de saúde que possam surgir e que exijam um alimento específico.

Cuidados Com Gatos Maduros (7 A 10 Anos)

Um gato maduro é equivalente a um humano de meia-idade, na casa dos quarenta e cinquenta anos.

Older Scottish Fold cat looks at her crossed paws on old, torn up chair.
  • Aparência: externamente, seu gato maduro pode não parecer diferente de um gato na idade adulta, especialmente se ele permanecer ativo. No entanto, os gatos nesse estágio de vida são mais propensos ao ganho de peso e à obesidade, o que pode ser perigoso para saúde de seu animal. Além disso, os pelos podem começar a perder a vitalidade e o brilho.
  • Comportamento: apesar de alguns gatos se manterem ativos e brincalhões quando idosos, é comum que alguns animais desacelerem e se tornem mais sedentários.
  • Cuidados e disciplina: assim como acontece em gatos jovens e adultos, pode ser necessário reforçar o treinamento periodicamente. Os cuidados de gatos na fase madura requerem maior atenção, pois estão mais propensos à obesidade e problemas de saúde decorrentes dessa doença, como diabetes mellitus e hipertensão. também existe o risco de desenvolverem outras doenças, como câncer, doença renal crônica ou hipertireoidismo. Por isso, é importante realizar exames regulares com o veterinário, além de ter seus hábitos em casa atentamente observados para poder identificar precocemente sinais de desenvolvimento de doenças como perda de peso, vômitos ou diarreia.
  • Necessidades nutricionais: gatos maduros precisam de uma variedade de nutrientes específicos para manter seu corpo em boa forma. Isso inclui vitaminas C e E para reforçar seu sistema imunológico. Se o animal tem propensão ao ganho de peso, pode ser necessário ajustar a quantidade de alimento fornecido de acordo com seu nível de atividade.

Cuidados Com Gatos Idosos E Geriátricos (11 Anos Ou Mais)

Gatos de idade avançada são separados em dois diferentes estágios. Os de 11 a 14 anos de idade são considerados gatos idosos, o que equivale a um humano na faixa dos 60 a 70 anos. Os animais de 15 anos ou mais são considerados gatos geriátricos.

  • Aparência: gatos idosos mostram sinais de envelhecimento, começam a desenvolver maior quantidade de pelos brancos e menos brilhosos. Essas características podem ser tornar mais evidentes à medida que envelhecem.
  • Comportamento: gatos nesses estágios avançados de vida têm maior risco para o desenvolvimento das doenças mencionadas no estágio maduro. Também são propensos a problemas de mobilidade, como artrites e outros problemas articulares, o que pode fazer com que seu gato fique consideravelmente menos ativo e, ainda, pare de usar a caixa de areia, especialmente se estiver em locais muito altos ou de difícil acesso.  Além disso, esses animais também têm um comprometimento da sua cognição: podem esquecer seus hábitos, como comer ou beber água. Gatos com demência geralmente ficam agitados e podem expressar sua agitação com miados altos, de acordo com a Faculdade de Medicina Veterinária de Cornell.
  • Cuidados e disciplina: cuidar de gatos idosos e geriátricos pode ser desafiador. Eles devem continuar realizando exames regulares de saúde e ser monitorados de perto. Nessa idade, o foco principal é mantê-lo confortável, o mais saudável possível, por maior tempo possível. Certifique-se de que sua caixa de areia seja fácil para entrar e sair e que sua comida e água sejam fáceis de acessar. Caso o animal mostre sinais de senilidade, talvez seja necessário lembrá-lo de comer e beber água durante o dia. Para seu tempo de lazer, muitos gatos idosos podem ser bastante ativos, mas seu tempo de brincadeira pode não durar tanto. A boa notícia é que eles podem estar mais carinhosos, fortalecendo ainda mais o seu vínculo.
  • Necessidades nutricionais: caso seu animal desenvolva problemas de saúde, seu veterinário pode prescrever uma ração terapêutica como parte do tratamento. Caso contrário, um alimento de alta qualidade específico para animais idosos deve atender todas suas necessidades nutricionais específicas. Se seu gato não está bebendo água suficiente, seu veterinário pode recomendar o fornecimento de alimento úmido para ajudá-lo a se manter hidratado.

Concluindo, os gatos passam por inúmeras mudanças ao longo de suas vidas. Ao reconhecer o estágio atual da vida de seu gato, você será capaz de adequar seus cuidados para saúde, nutrição e qualidade de vida ideais. Tudo para que vocês possam dividir a alegria de viver juntos por muito mais tempo.

Contributor Bio

Jean Marie Bauhaus

Jean Marie Bauhaus

Jean Marie Bauhaus é uma mãe de estimação, blogueira e romancista de animais de estimação de Tulsa, Oklahoma, onde ela geralmente escreve sob a supervisão de um colo de bebês peludos.

Artigos Relacionados

Produtos Relacionados