Brincar e Exercitar: Gatos

Procurando maneiras para manter o seu gato ativo? Explore esses artigos.

0 Resultados ordenados por

Relevância
  • Relevância
  • Título

Mantendo a Saúde do Seu Gato com Brincadeiras

Uma das coisas mais importantes que você pode fazer por seu gato é brincar com ele. Isso ajuda a manter a saúde do gato, fortalece o laço de amizade e pode até mesmo melhorar a sua própria saúde. Felizmente, os gatos adoram brincar, por isso motivá-los não vai ser tão difícil quanto acordar às cinco da manhã para ir à academia. Tudo que se exige são os brinquedos certos, um pouco de estímulo sonoro e jogos! Em poucas palavras, brincadeira de gato basicamente é estimular os extintos de caça e perseguição deles.  

TRANSFORMANDO BRINCADEIRAS EM EXERCÍCIOS

Gatos que gostam de ambientes externos fazem bastante exercício brincando e caçando. Entretanto, gatos caseiros tem mais chance de se tornarem sedentários. Felizmente para você, exercitar um gato não é difícil – na verdade é bem divertido! Além disso, ajuda a fortalecer a sua relação ao mesmo tempo que mantém a saúde física e mental dele.

Jogos & Brinquedos

Os gatos são loucos por jogos e a única coisa que exige da sua parte é um pouco de criatividade. Em primeiro lugar, experimente esconder alguns petiscos pela a casa para uma caça ao tesouro. Como ele é um caçador por natureza, ele vai adorar procurar supresas. Você também pode brincar de esconde-esconde. Basta se locomover para diferentes ambientes da sua casa e chame-o pelo nome, lembre-se sempre de recompensá-lo quando ele encontra você. Os brinquedos de gato são uma ótima maneira de fazer o seu gato se mexer. Experimente brinquedos com vara e penas nas pontas, carrinhos de controle remoto e sinos. Ou simplesmente amarre uma fio em um de seus brinquedos e puxe o fio pois vai parecer que o brinquedo está se movendo - ele vai começar a pisotear na hora. Algo a se lembrar é nunca deixar o seu gato usar os seus dedos ou mãos como “presa.” Se o fizer, você está ensinando que caçar pessoas é correto. É melhor parar esse comportamento antes que vire uma segunda natureza do seu gato - sem contar que é um hábito difícil de tirar.